Arquivo/AE
Arquivo/AE

Zé Roberto: República Dominicana será o jogo mais difícil

Treinador da seleção brasileira feminina de vôlei prepara a equipe para a disputa da Copa pan-americana

24 de junho de 2009 | 22h36

O técnico da seleção brasileira feminina de vôlei, José Roberto Guimarães, apontou a República Dominicana como o principal adversário do time na primeira fase da Copa pan-americana, que começa nesta semana em Miami, nos Estados Unidos. A estreia brasileira é na sexta-feira contra o Canadá.

"A República Dominicana é treinada pelo Marquinhos (Marcos Kwieck, ex-assistente na seleção brasileira), tem um nível muito bom e vai ser um bom teste", disse o comandante do Brasil.

A seleção está no Grupo B e, além do Canadá e da República Dominicana, jogará contra a Colômbia, Argentina e Trinidad e Tobago. Na chave A jogarão Estados Unidos, Porto Rico, Peru, Guatemala, México e Costa Rica. A semifinal e decisão do torneio serão em 3 e 4 de julho.

"No outro grupo, as seleções mais fortes são Porto Rico, nosso adversário na estreia do Grand Prix, no dia 31 de julho, no Rio de Janeiro, e os Estados Unidos, que irão jogar em casa", completou Zé Roberto.

O grupo do Brasil é o mesmo que conquistou a medalha de ouro na Montreux Volley Masters, na Suíça. Das campeãs olímpicas em Pequim estão Mari, Sheilla, Fabiana, Fabi, Sassá e Thaísa. A equipe é completada por Dani Lins, Ana Tiemi, Carol Gattaz, Joycinha, Natália, Adenízia, Regiane e Camila Brait.

Após a Copa Pan-Americana, a segunda das sete competições da seleção no ano, a equipe irá se preparar para o Torneio Classificatório do Mundial 2010, que acontecerá na cidade mineira de Contagem, entre os dias 22 e 26 de julho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.