CBV/ Divulgação
CBV/ Divulgação

Zé Roberto vê seleção em evolução e prevê dificuldade no Mundial de Vôlei

Equipe brasileira vem de um resultado decepcionante em Torneio realizado na Suíça

Estadão Conteúdo

18 de setembro de 2018 | 16h38

A seleção brasileira feminina de vôlei embarca nesta quarta-feira para o Japão, onde disputará o Mundial da modalidade na cidade de Sagamihara, de 29 de setembro a 20 de outubro. Os resultados recentes não são dos melhores e o próprio técnico José Roberto Guimarães considerou que sua equipe ainda está em evolução, mas se mostrou confiante para o torneio.

"Acredito que melhoramos tanto no aspecto físico como no técnico. Ainda estamos recuperando algumas jogadoras que chegaram com lesões, mas estão evoluindo a cada dia. Esperamos contar com todo o time já no início do Campeonato Mundial. Sabemos da dificuldade que teremos pela frente nessa competição pelo nível dos adversários e a quantidade de jogos", declarou.

Até pelos problemas físicos, o Brasil vem de um resultado decepcionante no Torneio de Montreux, na Suíça, em que terminou na quarta colocação no início do mês. Apesar disso, a confiança no grupo é grande e as jogadoras acreditam que a seleção pode até subir no lugar mais alto do pódio ao fim do Mundial.

"A nossa equipe está muito focada. Estamos trabalhando muito forte. Sabemos do nosso potencial. Vamos buscar fazer o melhor para chegarmos no topo do pódio. A ansiedade está começando a aparecer e esse é um sentimento positivo. Acredito que podemos fazer uma bela campanha", comentou a central Adenízia.

A seleção feminina luta por um título inédito, após os vices em 1994, 2006 e 2010 e do terceiro lugar em 2014. O País está no Grupo D do Campeonato Mundial, ao lado da Sérvia, da República Dominicana, de Porto Rico, do Casaquistão e do Quênia.

 
 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.