Frederic J. Brown / AFP
Frederic J. Brown / AFP

Viúva de Kobe Bryant revela nome dos policiais que compartilharam fotos do acidente

Vanessa fez diversas publicações com todo o processo que moveu contra os departamentos de polícia e corpo de bombeiros de Los Angeles

Redação, O Estado de S.Paulo

18 de março de 2021 | 16h55

Após ganhar uma ação que permitiu a Vanessa Bryant ter acesso aos nomes dos policiais que vazaram as fotos do acidente que vitimaram seu marido e sua filha, Gianna, a viúva de Kobe Bryant publicou o nome dos envolvidos e indicou que até 100 fotos foram tiradas do local da queda do helicóptero em 26 de janeiro de 2020.

Ao todo, Vanessa fez 12 postagens com todo o processo movido por ela contra os departamentos de polícia e corpo de bombeiros de Los Angeles. Logo no primeiro print aparecem os nomes de Joey Cruz, Rafael Mejia, Michael Russell e Raul Versales, que seriam os responsáveis pelo compartilhamento das fotos.

O processo indica que Rafael Mejía foi o primeiro a tirar fotos das vítimas. Segundo o documento, ele enviou os registros para Joey Cruz, trainee do departamento de polícia local e que não tinha qualquer participação na investigação, e Michael Russell. 

Ainda segundo os documentos compartilhados por Vanessa, Cruz mostrou as fotos também em um restaurante na Califórnia e foram essas pessoas que o denunciaram.

O documento aponta que em apenas 48 horas pelo menos 10 membros dos departamentos já haviam recebido as fotos em seus celulares pessoais, apesar delas não serem parte da investigação.

Em um dos prints, os advogados de Vanessa afirmaram que ela pediu ao xerife de Los Angeles, Alex Villanueva, que as investigações fossem o mais discretas possíveis, o que, segunda ela, não aconteceu. 

"Os primeiros policiais a chegar no local do acidente fizeram fotos gratuitas de crianças mortas, pais e técnicos", indicou o processo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.