Diego Vara / Reuters
Diego Vara / Reuters

Apesar do 10º jogo invicto, Mancini admite a falta de bom futebol no Corinthians

Técnico destaca atuações 'com momentos bons e oscilações' de Vitinho e Cauê, garotos da base

Redação, O Estado de S.Paulo

12 de abril de 2021 | 05h00

O técnico Vagner Mancini admitiu que o Corinthians continuou devendo um bom futebol diante do Guarani, neste domingo à noite, em Campinas, em jogo válido pelo Campeonato Paulista, apesar da vitória, por 1 a 0, do décimo jogo invicto e da liderança do Grupo A.

"Eu não estou aqui para dar desculpas. Eu sou um cara que busca ser o mais sincero possível, o Corinthians não atingiu o que nós queremos ainda, estamos no início de temporada ainda e é natural, com tantas mudanças, que a equipe sinta. Tivemos um tempo de preparação e deu para ver coisas interessantes no jogo de hoje, por exemplo: o Corinthians finalizou a gol numa saída de tiro de meta, tivemos uma marcação adiantada no primeiro tempo que não vinha fazendo. É óbvio que tiveram situações adversas no jogo porque no outro lado tem uma equipe que treina também. Tudo isso temos que respeitar o jogo de futebol", disse o treinador, em entrevista coletiva, após o jogo.

Mancini destacou o desempenho dos garotos Vitinho e Cauê, o segundo, inclusive, autor do gol da vitória. "Não foi só teste, eles tiveram, assim como a equipe, alguns momentos bons na partida, outros de oscilação, que é normal, em função do pouco tempo, das mudanças, da forma como eles enfrentam o profissional, é algo natural. Assim como os outros atletas, vi bons momentos e algumas oscilações."

Nesta segunda-feira, o treinador corintiano começa a preparar o time que vai colocar em campo na quarta-feira, diante da Ferroviária, em Araraquara, em jogo antecipado na nona rodada. O time do Parque São Jorge soma 14 pontos no Grupo A, após seis jogos disputados. Santo André tem cinco pontos, Inter de Limeira soma três e o Botafogo acumula apenas dois.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCorinthiansVagner Mancini

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.