Lucas Merçon/Fluminense
Lucas Merçon/Fluminense

Após tropeços seguidos, Abel Braga pede demissão e deixa o Fluminense

Técnico deixa o tricolor depois de quatro derrotas seguidas no Brasileirão

Estadão Conteúdo

16 Junho 2018 | 16h06

Abel Braga não é mais o técnico do Fluminense. Incomodado com os tropeços seguidos e a situação política do clube, o treinador pediu demissão neste sábado após se reunir com o presidente Pedro Abad. Ele encerrou sua terceira passagem à frente do time carioca.

+  Bruno Henrique marca no fim, Santos bate o Fluminense e respira no Brasileiro

As quatro derrotas seguidas no Brasileirão - para Paraná, Flamengo, Atlético-MG e Santos - aliadas ao atraso no pagamento dos salários dos jogadores e a falta de reforços prometidos pela diretoria também pesaram para esta decisão.

O ambiente político conturbado do clube, que acabou resultando também no pedido de demissão do diretor de futebol Paulo Autuori, no final de maio, foram outros motivos importantes que levaram o treinador a fazer o seu pedido de demissão.

"Certamente é uma perda muito grande para o Fluminense. Abel estava conosco desde o início da gestão. Mas entendeu que era o momento de encerrar este ciclo", lamentou Abad. "Respeitamos a decisão dele e já estamos em busca de uma reposição à altura para o carro-chefe do nosso clube", completou o mandatário.

Com 329 jogos, Abel Braga é o segundo técnico com mais partidas no comando do Fluminense. Ele foi campeão brasileiro em 2012 e conquistou o Campeonato Carioca em 2005 e 2012.

Nesta última passagem, Abel comandou a equipe em 109 jogos, com 43 vitórias, 29 empates e 37 derrotas. Nesta temporada, foram 14 vitórias, oito empates e 12 derrotas em 34 jogos. O treinador chegou à final do Carioca, mas perdeu a decisão para o Botafogo, caiu com o time precocemente na Copa do Brasil e vai embora do clube com a equipe tricolor na 12ª posição do Campeonato Brasileiro.

 

 

Mais conteúdo sobre:
futebol Fluminense Abel Braga

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.