Nilton Fukuda/Estadão
Nilton Fukuda/Estadão

Balbuena explica para os 'chatos' o motivo de não ter renovado com o Corinthians

Zagueiro brinca com a insistência dos jornalistas sobre o tema e diz não ter pressa para assinar novo vínculo

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

25 Janeiro 2018 | 11h00

Um dos líderes do Corinthians e titular absoluto, Balbuena conversa sobre sua renovação de contrato com o clube há pouco mais de dois meses e, por enquanto, nada foi acertado. O paraguai tem contrato até dezembro e garante não ter pressa para o acerto. Segundo ele, o atraso ocorre por culpa de seu empresário, Augusto Paraja, que está resolvendo assuntos mais emergenciais na Europa.

+ Mateus Vital revela 'frio na barriga' com estreia e elogia a torcida do Corinthians

Mostrando bom humor, o paraguaio entrou na brincadeira de um jornalista que lhe perguntou: “Sei que somos chatos, mas temos que perguntar. O que aconteceu que ainda não saiu a sua renovação de contrato”, indagou o jornalista. Balbuena respondeu.

“Meu empresário está na Itália resolvendo questões mais urgentes de um jogador dele, em Milão, e depois vem (para o Brasil). Ele falou que seria até sexta passada, mas não deu. Ele está falando com o Alessandro (Nunes, gerente de futebol) direto e não temos pressa. É uma questão de agenda do meu empresário apenas. Estou tranquilo, trabalhando e focado no time, que é o mais importante”, comentou o defensor.

Nos bastidores, existe um misto de confiança e preocupação. Alguns dirigentes apostam que Balbuena e seu empresário não criaram grandes obstáculos para firmar o novo contrato. Já outros temem que a 'novela Pablo' aconteça novamente. O defensor também ficou meses tratando da renovação, o Corinthians chegou a acertar com o Bordeaux, que era o dono dos direitos econômicos dele, mas não conseguiu se acertar com o agente do atleta. Pablo retornou ao clube francês.

Balbuena não estipula um prazo para definir a situação. “Tenho até o dia 31 de dezembro. Claro que vamos acertar tudo antes, mas não temos motivo para tanta pressa”, assegurou. 

 

Mais conteúdo sobre:
Corinthians

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.