Daniel Leal Olivas / AFP
Daniel Leal Olivas / AFP

Chelsea sofre virada do Manchester United, mas busca empate nos acréscimos

Time de Londres pode ver Liverpool e Manchester City se distanciarem na liderança

Estadão Conteúdo

20 Outubro 2018 | 11h30

O Chelsea passou perto de sofrer sua primeira derrota na atual edição do Campeonato Inglês, mas buscou o empate por 2 a 2 contra o Manchester United, na manhã deste sábado (horário de Brasília), em Londres, na Inglaterra. Depois de abrir o placar e sofrer a virada, o gol da igualdade saiu apenas aos 50 minutos do segundo tempo.

O Chelsea aproveitou o apoio da torcida e terminou o primeiro tempo em vantagem, com gol do zagueiro alemão Antonio Rüdiger, após cobrança de escanteio. O público no estádio Stamford Bridge aproveitou para aumentar o coro hostil contra José Mourinho, treinador do Manchester United e que tem ampla história de títulos sob o comando do clube londrino.

A maré, porém, virou no segundo tempo. O atacante francês Anthony Martial, aos nove e aos 27 minutos da etapa final, marcou duas vezes e deu ao Manchester United a liderança do placar. O empate saiu apenas durante o último minuto dos acréscimos, após cabeçada de David Luiz que pegou na trave, defesa de David De Gea em chute de Rüdiger no rebote e complemento para as redes do meio-campista inglês Ross Barkley.

O Chelsea agora tem 21 pontos após nove partidas do Campeonato Inglês na atual temporada. Antes da partida, o time de Londres estava empatado em número de pontos com Liverpool e Manchester City, portanto pode ver os rivais abrirem uma pequena vantagem nas duas primeiras posições da tabela. Já o Manchester United foi a 14 pontos.

O próximo compromisso do Chelsea será contra o BATE Borisov, de Bielorrússia, nesta quinta-feira, pela terceira rodada da fase de grupos da Liga Europa, em casa. Pela Liga dos Campeões da Europa, também pela terceira rodada da fase de grupos, o Manchester United será mandante contra a Juventus, na terça-feira.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.