Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Rafael Ribeiro/CBF
Rafael Ribeiro/CBF

Clubes da Série A criam liga com o objetivo de organizar o Campeonato Brasileiro

Dirigentes das equipes da primeira divisão entregaram documento à CBF, realizadora do torneio, na tarde desta terça-feira

Redação, O Estado de S.Paulo

15 de junho de 2021 | 18h43

Os clubes da Série A do Campeonato Brasileiro assinaram nesta terça-feira, dia 15, um documento que foi levado à CBF formalizando a criação de uma liga para organizar a competição, realizada atualmente pela entidade. 

Dirigentes e representantes dos 20 clubes tiveram um encontro nesta tarde com Antonio Carlos Nunes, presidente interino da CBF para a entrega do ofício. O movimento ganhou força após o afastamento de Rogério Caboclo do comando da entidade, acusado de assédio sexual por uma funcionária, e a ideia é que a liga tenha início já em 2022. 

O objetivo dos clubes com a criação da liga é uma maior participação nas decisões da CBF, além de participação igualitária nas eleições promovidas pela confederação. 

Segundo o documento, além dos clubes signatários, equipes que disputam a Série B desta ano — como Botafogo, Cruzeiro e Vasco — serão convidadas a integrar a Liga. 

Júlio Casares, presidente do São Paulo, publicou um vídeo em sua conta no Instagram nesta terça comentando o assunto. 

"Precisamos repensar o futebol, mas com muita união, pensando no produto do futebol, pensando no crescimento do produto e de todos os clubes. Temos de discutir princípios mercadológicos, princípios éticos e de governança”, disse. 

Confira outras declarações:

Marcelo Paz, Fortaleza

"Os clubes entenderam que precisavam assumir cada vez mais o protagonismo no futebol brasileiro, participando mais ativamente do processo de escolha do presidente e do vice da CBF, com votos igualitários entre federações e times da Série A e Série B. Além disso, a criação de uma liga tem o objetivo de maximizar receitas, ofertar um produto de maior qualidade e maiores vantagens comerciais. Se os alemães, espanhóis e italianos fazem isso, nós brasileiros também podemos fazer. Essa mudança também é positiva para a CBF, que terá um processo eleitoral mais democrático e participativo, com melhorias na Série A."

Walter Dal Zotto, Juventude

"A formação da Liga é um momento histórico para o futebol brasileiro. Pela primeira vez vemos essa grande evolução, com os presidentes de todos os clubes demonstrando unidade em prol da criação de novo calendário, investimentos e receitas"

Guilherme Bellintani, Bahia

"Há muito o que fazer, e isso começa já. Por novo calendário, mais planejamento, investimentos e receitas. Por democracia, com equilíbrio, união e trabalho. Sem conflitos, sem ressentimentos. Nós, clubes de futebol, queremos chegar mais próximo do que cada brasileiro espera de nós."

Alessandro Barcellos, Internacional

"O objetivo principal dessa liga é garantir novas receitas para que os clubes aumentem os seus recursos e tenham uma vida financeira mais saudável, com a possibilidade de organizar um calendário favorável aos interesses das instituições. Os clubes e presidentes se uniram, em um momento histórico, para retomar o que já ocorreu em outros momentos, agir para que o futebol brasileiro se organize melhor e construa um ambiente de governança, respostas rápidas e novas receitas, com um calendário adequado", diz.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.