Ivan Storti / Santos FC
Ivan Storti / Santos FC

Com 100% e melhor ataque, Santos tem início que surpreende até Sampaoli

Argentino admite que esperava uma resposta tão imediata da equipe em campo

Redação, Estadão Conteúdo

01 Fevereiro 2019 | 09h50

A campanha perfeita do Santos no Campeonato Paulista foi ampliada na noite de quinta-feira, quando o time goleou o Bragantino por 4 a 1, fora de casa, em duelo válido pela quarta rodada. O bom desempenho surpreende até mesmo o técnico Jorge Sampaoli, que disse não esperar uma resposta tão imediata da equipe em campo.

"Não imaginei esse início. Os jogadores estão muito entusiasmados com a maneira de jogar. Os rivais cansam mais do que a gente. No segundo tempo tivemos mais controle. A alegria de jogar deixa para trás o cansaço", afirmou o treinador, satisfeito com o futebol que vem sendo apresentado no começo da temporada.

Nesse início de trabalho de Sampaoli, o Santos tem se destacado por valorizar a posse de bola e atuar sempre no campo de ataque. Diante do Bragantino, o time abriu 3 a 0 no primeiro tempo, com os gols de Carlos Sánchez, Derlis González e Jean Mota. Na etapa final, o uruguaio voltou a marcar, mas o time sofreu o seu primeiro gol no Paulistão.

Para o treinador, os bons resultados estão sendo conquistados porque os jogadores entenderam rapidamente as suas ideias. "O primeiro tempo foi avassalador depois dos dez primeiros minutos e da acomodação ao jogo. Não melhorei os jogadores, mas encontraram um melhor futebol e o lugar no campo. Estavam obrigados a fazer outra coisa, agora estão obrigados a jogar e a jogar bem", afirmou.

Com 12 pontos, o Santos lidera o Grupo A do Paulistão, tendo o melhor ataque - 11 gols marcados - e uma das melhores defesas, ao lado da Palmeiras e da Ponte Preta. O time voltará a jogar no domingo, quando vai visitar o Ituano, no Novelli Júnior. Sampaoli poderá voltar a contar com o volante Diego Pituca, que estava suspenso no duelo com o Bragantino.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.