Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Com expulsão e gol contra, São Paulo e Fluminense empatam no Morumbi

Tricolores ficam no empate por 1 a 1 no Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro

Ciro Campos, O Estado de S.Paulo

02 Setembro 2018 | 18h00

Uma expulsão tola e um gol contra infantil atrapalharam o plano do São Paulo de manter uma vantagem tranquila na liderança do Campeonato Brasileiro. O time acabou minado por esses contratempos e no estádio do Morumbi, empatou em 1 a 1 com o Fluminense em resultado que, diante das adversidades enfrentadas, não foi de todo ruim. A equipe tricolor conseguiu ao menos evitar a derrota.

Os erros são-paulinos não deixaram o time chegar à nona vitória no Morumbi neste Brasileiro. Com Diego Souza expulso no primeiro tempo e um gol contra no começo da etapa final, a equipe encontrou dificuldades imprevistas. O ponto do empate acabou valendo até como salvação para não deixar os adversários se aproximarem tanto.

EXPULSÃO DIFICULTA PARA O SÃO PAULO

O líder e melhor mandante do Campeonato Brasileiro começou o jogo acuado. Apesar de tentar pressionar, o São Paulo viu o adversário utilizar a arma de que a equipe do Morumbi tanto gosta: o contra-ataque. O Fluminense forçou bastante o jogo pelo lado esquerdo, em cima de Bruno Peres, e na principal tentativa chegou com perigo e acertou o travessão em chute de Jadson.

O São Paulo se mostrou dependente de bolas aéreas, a ponto de investir pesado em cobranças de lateral em direção à área. A pouca criatividade e a dificuldade para atacar pioraram aos 33 minutos. O centroavante Diego Souza deixou o cotovelo em Léo e foi expulso. Vermelho direto, em disputa de bola no meio-campo e sem necessidade para o são-paulino ter essa conduta agressiva.

O primeiro colocado se viu no segundo tempo diante de outro desafiado criado pelas próprias falhas. O técnico Diego Aguirre havia acabado de colocar o atacante Tréllez para tentar pressionar quando um lançamento longo e inofensivo do Fluminense terminou em gol contra, aos oito minutos. O zagueiro Anderson Martins cabeceou para recuar, mas como o goleiro Sidão saia para fazer a defesa, a bola entrou lentamente, dentro do gol.

A previsão de tarde tranquila no domingo ensolarado deu lugar a um jogo tenso. A torcida vaiou Sidão e demonstrava impaciência com a dificuldade do time para reagir. Quando a situação parecia negativa, um lance de superação de Régis mudou tudo. O lateral, que passou dois meses afastado do time e teve o contrato suspenso para resolver problemas pessoais, recuperou uma bola perdida e cruzou para Tréllez empatar aos 26 minutos.

Mesmo com dez em campo, o empate era um resultado incômodo para o São Paulo. O time se esforçou a tentar a virada. Para o Fluminense o placar também não era satisfatório. A equipe se viu com a obrigação de tirar proveito da vantagem numérica e voltou a insistir. A equipe carioca quase fez o segundo nos minutos finais, em chute na trave dado por Matheus Alessandro e uma incrível chance perdida por Ibañez.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 1 X 1 FLUMINENSE

SÃO PAULO: Sidão; Bruno Peres, Bruno Alves, Anderson Martins e Edimar (Régis); Hudson, Liziero (Luan) e Shaylon (Tréllez); Joao Rojas, Reinaldo e Diego Souza. Técnico: Diego Aguirre.

FLUMINENSE: Julio Cesar; Léo, Digão, Ibañez e Ayrton Lucas; Richard, Dodi, Jadson (Júnior Dutra) e Sornoza (Luciano); Everaldo e Kayke (Matheus Alessandro). Técnico: Marcelo Oliveira.

Gols: Anderson Martins (contra), aos 8 minutos, e Tréllez, aos 26 do segundo tempo.

Árbitro: Dewson Freitas da Silva (PA).

Cartões amarelos: Jadson, Tréllez, Sornoza, Bruno Peres.

Cartão vermelho: Diego Souza.

Público: 49.348 torcedores.

Renda: R$ 1.881.675,00.

Local: Morumbi, em São Paulo.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.