La Liga
La Liga

Conheça o Granada, a nova sensação do Campeonato Espanhol

Vice-líder, equipe da Andaluzia faz campanha surpreendente e encara o Real Madrid no Santiago Bernabéu

Redação, O Estado de S.Paulo

04 de outubro de 2019 | 04h30

Segundo colocado do Campeonato Espanhol, o Granada é a sensação do torneio e colocará a boa fase à prova diante do líder Real Madrid, sábado, no estádio Santiago Bernabéu. O Granada vem fazendo até agora um começo surpreendente de campeonato. Passadas sete rodadas, o time tem 14 pontos - o mesmo número do Atlético de Madrid, embora leve a melhor no saldo.

O representante da Comunidade da Andaluzia já vinha impressionando por resultados como as vitórias sobre Espanyol e Celta de Vigo, fora de casa, mas atraiu holofotes mesmo quando derrotou o poderoso Barcelona, em seus domínios, por 2 a 0. Na rodada passada, o time bateu o lanterna Leganés.

A modesta equipe voltou nesta temporada à elite, após ser vice-campeã da Segunda Divisão. O clube pertence ao empresário chinês Jiang Lizhang, também proprietário do Minnesota Timberwolves, da NBA.

Fundado em 1931, o Granada inspirou-se no Atlético de Madrid para as cores do seu uniforme. Jogam de vermelho e listras brancas, que passaram a ser horizontais em 1973.

O Granada teve a sua era dourada nos anos 70, quando os seus jogadores eram conhecidos como “Matadores de Gigantes”. Foi naquela década que o clube obteve as suas melhores colocações no Campeonato Espanhol, quando terminou no 6.º lugar nas temporadas 1971-1972 e 1973-1974.

O principal destaque do atual elenco é o atacante Roberto Soldado, 34 anos. Formado nas categorias de base do Real Madrid, ele também acumula passagens por Osasuna, Getafe, Valência e Villarreal. Também jogou no Tottenham, da Inglaterra, e no Fenerbahçe, da Turquia. Pela seleção espanhola soma 12 partidas.

O Real Madrid está na ponta do Espanhol com 15 pontos, obtidos em quatro vitórias e três empates. Apesar da liderança, o técnico Zinedine Zidane chega para a partida após um tropeço incômodo. O time ficou na igualdade em dois gols com o Brugge, da Bélgica, pela terceira rodada da Liga dos Campeões, em pleno Santiago Bernabéu, em jogo que chegou a estar perdendo por 2 a 0 e só buscou a igualdade após ter um homem a mais em campo.

Para o duelo com o vice-líder do Espanhol, além de diversos desfalques, Zidane tem uma dúvida, com relação ao goleiro belga Courtois, que sentiu mal-estar na terça-feira e precisou ser substituído pelo francês Alphonse Areola, que pode permanecer na meta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.