Lucas Merçon/Fluminense
Lucas Merçon/Fluminense

Contra o Sport, Fluminense tenta voltar a ganhar após três derrotas seguidas

Técnico Marcelo Oliveira projeta equipe para reencontrar o caminho das vitórias e embalar para enfrentar o Atlético-PR pela Copa Sul-Americana

O Estado de S.Paulo

11 de novembro de 2018 | 16h19

Acabar com uma série de três derrotas consecutivas, tentar se livrar logo da ameaça do rebaixamento no Campeonato Brasileiro e ganhar moral para o jogo de volta contra o Atlético-PR pelas semifinais da Copa Sul-Americana. Estas são as razões que o técnico Marcelo Oliveira apresentou para qualificar como importantíssima a partida diante do Sport, neste domingo, às 19 horas, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, pela 33.ª rodada.

A derrota por 2 a 0 para o Atlético-PR, no primeiro jogo da semifinal, na última quarta-feira, na Arena da Baixada, em Curitiba, aumentou a pressão em cima do técnico. No Brasileirão, o time tricolor carioca vem de derrota para o Vasco por 1 a 0 e um revés por 3 a 0 contra o Santos, na Vila Belmiro.

O Fluminense começa a 33.ª rodada com 40 pontos e ainda está ameaçado pelo fantasma do rebaixamento. O Vitória, atual 17.º colocado, tem 34, faltando seis rodadas. Por isso, Marcelo Oliveira já traçou uma meta: vencer o Sport para tranquilizar o torcedor, encaminhar a permanência e voltar o foco 100% para o segundo jogo da semifinal da Sul-Americana, marcado para o próximo dia 28.

"A vitória sempre é importante, em todos os aspectos. Mas é preciso analisar que nosso time vem enfrentando uma maratona de jogos e nosso elenco é pequeno. Não quero apresentar desculpas, tanto que faremos de tudo para vencer este jogo", prometeu Marcelo Oliveira. Ele lembrou do momento positivo do adversário: "O Sport está embalado por três vitórias e vai dar a vida neste jogo. Vai ser uma parada muito difícil", previu.

Sornoza é o primeiro desfalque da extensa lista. O meia discutiu com Rildo no clássico contra o Vasco e conseguiu ser expulso mesmo após o apito final do jogo. A sua ausência pode abrir espaço para o retorno de Marcos Júnior, que vem sendo pouco aproveitado. Outra mudança é a entrada do zagueiro Frazan no lugar de Ibãnez, que recebeu o terceiro cartão amarelo.

Poupado no último jogo, Everaldo também deve retomar a sua condição de titular no ataque, mandando Matheus Alessandro novamente para o banco de reservas. O zagueiro Gum, que jogou no sacrifício contra o Atlético-PR, ainda não está 100% fisicamente e pode ser novamente poupado. O atacante Pedro e o lateral Gilberto ainda se recuperam de lesão. Já estavam fora dos planos.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.