Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians
Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Corinthians enfrenta o Avaí e 'apresenta' o jovem Caíque

Com Cássio na seleção e Walter machucado, goleiro de 22 anos fará o seu terceiro jogo como profissional

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

11 Novembro 2017 | 07h00

Caíque França, um goleiro de 22 anos e que fará apenas o segundo jogo como titular profissionalmente, e Kazim, um atacante que não faz um gol há quase nove meses, são as novidades do Corinthians para enfrentar o Avaí neste sábado, às 19h, na Arena, em Itaquera. A desconfiança com a dupla dá lugar à esperança quando se lembra que, na rodada passada, foram dois heróis surpreendentes que decidiram a partida contra o Atlético-PR. 

+ Clayson, Felipe Melo e Daronco são denunciados pelo STJD por confusão no dérbi

Em Curitiba, Walter substituiu Cássio e pegou um pênalti. Giovanni Augusto, que não marcava havia mais de um ano, fez o gol da vitória. Neste sábado, será dia de ver Caíque em ação. O jovem goleiro substitui Walter, que sofreu grave lesão na coxa e ficará até quatro meses longe dos gramados.

Caíque, que chegou ao clube quando tinha apenas sete anos, fez dois jogos na temporada: contra o Linense, no Paulista, e entrou diante do Atlético-PR. O menino começou o ano como quarta opção do gol, superou Matheus Vidotto nos treinos, virou terceira opção e, com as ausências de Cássio e Walter, ganha uma chance neste sábado e diante do Fluminense. 

+ Walter sofre rompimento do tendão e desfalca o Corinthians por quatro meses

No clube, Caíque é visto como um atleta com futuro brilhante, porém, a comissão técnica teme que ele sinta a importância do jogo. Por isso, chegou a estudar a possibilidade de pedir a volta antecipada de Cássio da seleção para ele jogar pelo menos contra o Flu, mas a CBF avisou que não irá liberá-lo.

No ataque corintiano, os holofotes estarão em Kazim. O turco tem 26 jogos oficiais nesta temporada e apenas um gol marcado. Foi no dia 18 de fevereiro, na vitória por 1 a 0 sobre o Audax, pelo Paulista. De lá para cá, já são quase nove meses sem balançar as redes.

+ Veja como está a classificação do Campeonato Brasileiro

“Ele começou bem o ano, fez gol contra o Audax e teve boa atuação diante do Palmeiras. Ele é trabalhador e é um cara de grupo, experiente. Nesses momentos é bom ter um cara assim no time e ele vai querer mostrar o seu valor”, disse Gabriel.

O Corinthians pode ser campeão na quarta-feira. Basta vencer o Avaí e o Fluminense e torcer para que Grêmio não vença seus dois jogos - contra Vitória e São Paulo. “Não podemos pensar nisso. Para o jogo de quarta ter tamanha importância, precisamos vencer o de sábado”, ressaltou Gabriel, que volta ao time esta noite, após cumprir suspensão. 

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS: Caíque França; Fagner, Pablo, Balbuena e Guilherme Arana; Gabriel, Camacho, Rodriguinho, Clayson e Romero; Kazim.  

Técnico: Fábio Carille.

AVAÍ: Douglas; Maicon, Fagner Alemão, Betão e João Paulo; Judson, Wellington Simião, Marquinhos, Romulo e Luanzinho; Júnior Dutra.  

Técnico: Claudinei Oliveira

Juiz: Dewson Freitas da Silva (PA). 

Local: Arena Corinthians, em São Paulo. 

Horário: 19h.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.