Franck Fife/AFP
Franck Fife/AFP

Coronavírus adia clássico entre Juventus e Inter e outros 4 jogos na Itália

Milan x Genoa, Udinese x Fiorentina, Parma x Spal e Sassuolo x Brescia são os outros duelos afetados

Redação, O Estado de S.Paulo

29 de fevereiro de 2020 | 10h29

A epidemia de coronavírus está afetando diretamente o calendário de jogos na Itália. O temor pela doença (já são mais de 800 casos confirmados no país, com 21 mortes) forçou o adiamento do clássico entre Juventus e Inter de Milão e de outras quatro partidas do Campeonato Italiano que aconteceriam neste fim de semana, pela 26ª rodada.

Em nota, o presidente da liga italiana, Paolo Dal Pinto, anunciou que a decisão foi tomada "considerando a sucessão de várias intervenções regulatórias urgentes do governo como resposta a uma emergência tão extraordinária para proteger a saúde e a segurança pública".

Milan x Genoa, Udinese x Fiorentina, Parma x Spal e Sassuolo x Brescia são os outros duelos afetados - todos em locais em que a epidemia de coronavírus ganhou força nos últimos dias. O clássico e essas quatro partidas foram remarcadas para o dia 13 de maio, logo antes das duas rodadas finais da competição.

A mudança afetará também a final da Copa da Itália, que seria disputada justamente no dia 13 de maio. A competição está na fase semifinal, com Juventus, Milan, Napoli e Inter na disputa por uma vaga na decisão, que, agora, será realizada no dia 20. Assim, a temporada do futebol italiano será estendida em uma semana, o que pode afetar também a preparação de algumas seleções para a Eurocopa, que começa no dia 12 de junho.

A liga italiana vinha cogitando realizar os jogos com os portões fechados, mas entendeu que seria melhor optar pelo adiamento. Assim, apenas metade da rodada será jogada neste fim de semana: Lazio x Bologna e Napoli x Torino, neste sábado, Lecce x Atalanta e Cagliari x Roma, neste domingo, e Sampdoria x Verona, na segunda-feira. Os duelos foram mantidos porque não serão disputados em locais considerados de "alto risco".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.