Volmer Perez / Brasil de Pelotas
Volmer Perez / Brasil de Pelotas

Cruzeiro empata com o Brasil-RS em jogo marcado por apagão dentro e fora de campo

Time mineiro chega a pressionar nos minutos finais, mas não consegue abrir o placar

Redação, Estadão Conteúdo

03 de julho de 2021 | 22h03

Em partida marcada por falta de iluminação, Brasil de Pelotas e Cruzeiro também sofreram apagão criativo dentro de campo neste sábado, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro Série B. Jogando no estádio Bento Freitas, em Pelotas (RS), o time mineiro não conseguiu furar a defesa gaúcha e empatou sem gols, apesar da forte pressão nos minutos finais.

Com o resultado, o Cruzeiro acumula três jogos sem vencer, agora com nove pontos no meio da tabela de classificação. Já o Brasil de Pelotas, que vem alternando entre derrotas e empates, está com sete pontos, perto da zona de rebaixamento.

Logo nos primeiros minutos, quem roubou a cena foi uma torre de iluminação que parou de funcionar e, com isso, a partida ficou parada por 22 minutos. Depois do problema ser corrigido, pareceu que Brasil de Pelotas e Cruzeiro estavam sofrendo com o apagão, pois tinham dificuldades em criar boas jogadas.

A principal chance do Cruzeiro foi em chute de longa distância de Marcinho, que exigiu grande defesa do goleiro Matheus Nogueira. Já o Brasil chegou com Fabrício, que foi até a linha de fundo e tocou para trás. Dentro da área, Ramon chutou de primeira com perigo.

Na etapa final, o Cruzeiro demonstrou vontade de mudar o placar, mas seguiu com dificuldades de criar. Com isso, passou a explorar as bolas paradas, todas com Marcinho. O time gaúcho é conhecido pelo forte sistema defensivo e não foi diferente neste jogo, se fechando bem à espera de um contra-ataque mortal.

Precisando da vitória, o Cruzeiro foi para o abafa no fim do jogo e teve chances para marcar. Em um lance, Bruno José ficou com rebote dentro da área, mas Kevin se jogou na frente e salvou. Aos 43 minutos, foi a vez de Matheus Nogueira fazer outra grande defesa após cabeçada firme de Flávio. Adriano também tentou em chute perigoso por cima, mas as tentativas não foram suficientes para alterar o placar.

O Cruzeiro terá pouco tempo de descanso porque nesta terça-feira, às 19 horas, recebe o Coritiba, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, pela 10.ª rodada. Já o Brasil-RS só volta a campo no próximo sábado, às 11 horas, quando visita o Operário-PR, no estádio Germano Kruger, em Ponta Grossa (PR).


FICHA TÉCNICA

BRASIL-RS 0 x 0 CRUZEIRO

BRASIL-RS - Matheus Nogueira; Thalys (Pierini), Ícaro, Héverton e Kevin; Rômulo, Gabriel Terra (Luiz Fernando), Lucas Santos (Netto) e Wesley (Denilson); Ramon e Fabrício (Júnior Viçosa). Técnico: Cláudio Tencati.

CRUZEIRO - Fábio; Norberto, Ramon, Léo Santos e Felipe Augusto (Jean); Matheus Barbosa (Bruno José), Nonoca (Flávio), Rômulo, Giovanni (Adriano) e Marcinho; Rafael Sobis (Thiago). Técnico: Mozart Santos.

CARTÕES AMARELOS - Thalys e Wesley (Brasil-RS); Felipe Augusto e Rômulo (Cruzeiro).

ÁRBITRO - Rafael Carlos Salgueiro Lima (AL).

RENDA E PÚBLICO - Jogo com portões fechados.

LOCAL - Estádio Bento Freitas, em Pelotas (RS).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.