Cesar Greco / Agência Palmeiras
Cesar Greco / Agência Palmeiras

De olho em rival, Palmeiras visita o Vitória para se manter vivo

Equipe tem desfalques no ataque e tentará se manter na perseguição ao líder do Brasileirão

Paulo Favero, O Estado de S.Paulo

08 Novembro 2017 | 07h02

O Palmeiras entra em campo hoje fora de casa, contra o Vitória, no Barradão, em busca dos três pontos e secando o Corinthians no outro jogo pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. O rival é líder da competição com 62 pontos, oito a mais que o time alviverde, que tenta se recuperar no torneio.

+ Confira a classificação do Campeonato Brasileiro

A situação é mais complicada ainda porque o Palmeiras tem uma série de desfalques, encara um rival desesperado, na zona do rebaixamento, e ainda tenta se reerguer emocionalmente após ter perdido o clássico para o próprio Corinthians no domingo, que colocou uma distância grande na tabela de classificação faltando seis jogos para o fim do torneio.

Para o duelo em Salvador, o técnico Alberto Valentim não terá os atacantes Borja, que está com a seleção da Colômbia, Deyverson, suspenso, e Willian, que não se recuperou de um edema na coxa. Na terça-feira o comandante fez um treino fechado, escondeu o time, mas a expectativa é que Erik ocupe a vaga de titular no ataque.

Precisando do resultado, a diretoria do Vitória fez uma promoção de ingressos a fim de contar com o apoio da torcida no estádio. Para o meia Tchê Tchê, o Palmeiras precisa encarar a partida como decisão. "Se estão fazendo promoção é porque sabem que têm de unir forças, mas também vamos encarar como final para sair com um bom resultado de lá", avisou.

Na defesa, o Palmeiras também não poderá contar com o zagueiro Mina, que está com a seleção colombiana. A tendência é que Juninho volte ao time. "O Alberto vai saber como montar a equipe, pois temos um elenco muito bom. Quem ele optar, vai dar conta do recado", garantiu Tchê Tchê.

No outro lado, o Vitória está tratando o duelo com muita seriedade. O presidente do clube, Agenor Gordilho, confia na superação dos jogadores e espera que o time volte a vencer dentro de casa, o que não ocorre desde agosto. "Vamos atropelar o Palmeiras dentro de casa. Essa é minha esperança, minha fé", disse.

Para Tchê Tchê, os comentários do dirigente não fazem diferença na hora que a bola rolar. "Cada um luta com a arma que pode. Não tem muito o que falar. A gente respeita o Vitória e essa declaração não vai influenciar em nada, não vamos entrar com mais ou menos vontade por falarem que vão ganhar da gente. A motivação tem que vir de cada um por jogar no Palmeiras", lembrou.

FICHA TÉCNICA:

VITÓRIA x PALMEIRAS

VITÓRIA: Fernando Miguel; Patric, Wallace, Kanu e Juninho; Ramon, Uillian Correia e Yago; Danilinho, Tréllez e David. Técnico: Vagner Mancini.

PALMEIRAS: Fernando Prass; Mayke, Edu Dracena, Juninho e Egídio; Bruno Henrique, Tchê Tchê e Moisés; Keno, Dudu e Erik. Técnico: Alberto Valentim.

Juiz: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA).

Local: Barradão em Salvador (BA).

Horário: 21h45.

TV: Globo.

Ao vivo: estadao.com.br/e/sepvivo

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.