Ander Gillenea/AFP
Ander Gillenea/AFP

Em goleada sobre o Eibar, Benzema faz história ao superar marca de Puskas no Real

Atacante francês agora é o sexto maior goleador da história do clube merengue no Campeonato Espanhol

Redação, Estadão Conteúdo

09 de novembro de 2019 | 18h32

Mesmo sem contar com Rodrygo, desta vez não utilizado pelo técnico Zidane Zidane, o Real Madrid conquistou um novo triunfo com placar elástico, três dias após golear o Galatasaray por 6 a 0, pela Liga dos Campeões da Europa, com três gols do ex-santista. Desta vez, a vítima foi o Eibar. Fora de casa, o Real venceu neste sábado por 4 a 0, pelo Campeonato Espanhol.

O Real liquidou o jogo já na etapa inicial, pois abriu 3 a 0 em apenas 29 minutos. Karim Benzema fez o primeiro gol aos 17, Sergio Ramos ampliou em seguida, aos 20, cobrando pênalti, e depois o atacante francês voltou a marcar para fazer história com a camisa merengue.

Ao balançar a rede duas vezes, Benzema se tornou o sexto maior artilheiro do clube na história do Campeonato Espanhol. Com 157 gols em 323 jogos na competição, ele ultrapassou o lendário Ferenc Puskas, húngaro que marcou 156 vezes pela equipe de Madri no torneio.

O maior goleador da história do Real na competição é Cristiano Ronaldo, hoje jogador da Juventus. O português fez 312 gols com a camisa merengue e, na lista dos maiores artilheiros do clube na Liga Espanhola, é seguido por Raúl González (228), Alfredo di Stéfano (216), Carlos Alonso Santillana (186) e Hugo Sánchez (164).

Com o triunfo, o Real chegou a 25 pontos e voltou à liderança da competição, posição que divide com o Barcelona. O clube catalão, no entanto, leva vantagem nos critérios de desempate.

A goleada do Real foi fechada neste sábado com um gol de Federico Valverde, aos 16 minutos do segundo tempo, quando ele completou para a rede um preciso cruzamento do croata Luka Modric. Pouco depois, aos 27, o autor do gol saiu para a entrada de Isco no mesmo minuto em que Zidane sacou Hazard para a entrada de Vinicius Junior, que vem sendo ofuscado pelo compatriota Rodrygo. Com pouco tempo para mostrar serviço, o ex-atacante do Flamengo mais uma vez não conseguiu balançar a rede em um jogo do Real.

O Eibar, estacionado nos 15 pontos, é apenas o 15.º colocado do Espanhol, mas pelo menos tem como consolo o fato de que ainda está um pouco distante do Celta, clube que encabeça a zona de rebaixamento, em 18.º lugar, com nove pontos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.