Eric Gaillard/Reuters
Eric Gaillard/Reuters

Ex-capitão do Peñarol perderá reencontro com o Palmeiras na arena

Meia Nández, agora jogador do Boca Juniors, cumpre suspensão por confusão em campo justamente contra time alviverde

O Estado de S. Paulo

10 de abril de 2018 | 11h00

Uma suspensão imposta pela Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) vai adiar o encontro entre Nahitán Nández e Palmeiras. O meia do Boca Juniors não jogará o confronto entre as duas equipes, pela Copa Libertadores, nesta quarta-feira, por ter de cumprir suspensão. O uruguaio estava no Peñarol ano passado e terá de ficar fora por ter envolvido em uma briga generalizada no ano passado.

+ Palmeiras abre guerra contra a Federação Paulista

+ Clube se blinda e evita falar sobre derrota

Em abril de 2017, o Palmeiras bateu o Peñarol por 3 a 2 em Montevidéu e após o apito final, houve uma confusão no gramado. O incidente ficou marcado pelo soco de Felipe Melo em um jogador adversário e rendeu punições ao atleta palmeirense e também a Nández. O então capitão do Peñarol, foi suspenso por cinco partidas. A última delas é nesta quarta.

O Boca tentou reduzir a punição do meia e usou como base o que se passou com Felipe Melo. O palmeirense chegou a receber a sanção de seis jogos, reduzida posteriormente para três. Apesar do revés do clube argentino nos bastidores, na próxima rodada Nández estará liberado para jogar. Curiosamente, o compromisso será diante do próprio Palmeiras, em La Bombonera.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.