Site/Internacional
Site/Internacional

Fabiano pede atenção com o Sport e vê duelo como 'decisão' para o Inter

Lateral destaca o momento ruim do adversário, mas acredita que isso não fará com que a partida seja mais fácil

O Estado de S.Paulo

01 Outubro 2018 | 15h38

Adversários nesta sexta-feira, Sport e Internacional vivem situações opostas na tabela. O time pernambucano, que atuará em casa, ocupa a penúltima colocação do Campeonato Brasileiro, com 24 pontos, enquanto os gaúchos são os vice-líderes, com os mesmos 53 pontos do líder Palmeiras. Apesar da imensa diferença, o lateral Fabiano alertou o time colorado para os perigos que deverá enfrentar na Ilha do Retiro.

"Precisamos pensar no próximo adversário. Mais um jogo complicado fora de casa. Precisamos trabalhar esses dias em cima do Sport, para chegar lá, fazer um bom jogo e buscar o nosso objetivo. Sabemos do momento difícil que o time deles está passando, mas isso não quer dizer que não será complicado jogar lá", considerou nesta segunda-feira.

No domingo, o Internacional ficou longe de suas melhores atuações, mas venceu. Em casa, sofreu com erros defensivos e saiu atrás do Vitória, antes de buscar a virada e o triunfo por 2 a 1. O próprio Fabiano reconheceu algumas das falhas apresentadas pela equipe, mas minimizou.

"Se sofrermos um gol e marcarmos dois em todos os jogos, nós ganharemos. Então, sabemos que em cada jogo a gente pode melhorar cada vez mais. Precisamos valorizar muito o papel dos atacantes que iniciam a marcação lá na frente, como pede o Odair. Acho que o conjunto todo merece os créditos. Vamos descansar, após uma grande vitória, e pensar no Sport", apontou.

Além do Palmeiras, o Inter vê bastante próximos São Paulo (52 pontos), Grêmio (50) e Flamengo (49). Por isso, Fabiano considerou uma "decisão" a partida de sexta. "Todo o jogo é decisão. Tanto para nós, que estamos disputando o título, quanto para os times que estão disputando a permanência. Ou seja, temos que tomar cuidado em todas as partidas."

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.