Andy Rain/EFE
Andy Rain/EFE

Fifa nega recurso e mantém proibição ao Chelsea de contratar até julho de 2020

Clube cometeu irregularidades na contratação de 29 jogadores menores de idade segundo a entidade

Redação, Estadão Conteúdo

08 de maio de 2019 | 10h18

A Fifa anunciou nesta quarta-feira que rejeitou o recurso do Chelsea contra a proibição imposta em fevereiro passado de contratar jogadores nas duas próximas janelas de transferências na Europa. Assim, o clube inglês segue sem permissão para acertar com reforços até julho de 2020, por infringir os regulamentos na contratação de atletas menores de idade.

O Comitê de Recurso da entidade que comanda o futebol mundial manteve a decisão anunciada em 22 de fevereiro pelo Comitê Disciplinar, mas autorizou o clube de Londres, que havia apresentado o recurso em março, a contratar jogadores com menos de 16 anos.

O Chelsea, que segundo a Fifa cometeu irregularidades na contratação de 29 jogadores menores de idade - ainda foi aplicada uma multa de 600 mil francos suíços (cerca de R$ 2,3 milhões) -, pode recorrer agora para a Corte Arbitral do Esporte (CAS, na sigla em inglês), tendo a apresentação do recurso efeito suspensivo na decisão.

A situação pode complicar a situação do meia belga Eden Hazard, que está muito próximo de uma transferência para o Real Madrid. Se não puder se reforçar, dificilmente o Chelsea vai liberar o jogador, que tem contrato até junho de 2020. Por outro lado, o zagueiro brasileiro David Luiz, cujo vínculo termina no dia 30 do mês que vem, ganha fôlego na negociação para renovação.

Último reforço confirmado pelo Chelsea, o meia-atacante norte-americano Pulisic poderá jogar pelo clube na próxima temporada, pois foi registrado em janeiro passado e emprestado de volta ao Borussia Dortmund. Mas o volante croata Kovacic e o atacante argentino Higuaín não poderão permanecer e deverão ser devolvidos para Real Madrid e Milan, respectivamente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.