Ivan Storti/Santos FC
Ivan Storti/Santos FC

Gabriel marca em primeiro teste no retorno e Santos vence jogo-treino

Com ajuda do atacante, equipe alvinegra supera o Água Santa por 2 a 0

Estadão Conteúdo

30 Janeiro 2018 | 16h36

A primeira impressão deixada por Gabriel neste retorno ao Santos foi das melhores. Nesta terça-feira, o novo reforço alvinegro marcou em seu primeiro teste e ajudou a definir a vitória do time em jogo-treino diante do Água Santa, por 2 a 0. Lucas Lourenço também deixou sua marca na atividade realizada no CT Rei Pelé.

+ Bruno Henrique desfalca Santos em clássico e Victor Ferraz é dúvida

+ Victor Ferraz desabafa após ser vaiado no Santos: 'Não me escondo'

De volta ao Santos após passagens apagadas pela Inter de Milão e o Benfica, Gabriel assinou contrato de empréstimo por um ano e é a principal esperança da equipe para a temporada. Nesta terça-feira, ele atuou por 20 minutos na atividade e marcou o segundo gol, já na etapa final, ao finalizar para o gol vazio após bom passe de Stéfano Yuri.

Gabriel mostrou boa movimentação. Momentos após a atividade, seu nome apareceu registrado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF e o deixou livre para reestrear pelo clube. No entanto, sua participação no clássico diante do Palmeiras, domingo, no Allianz Parque, será definida nos treinos dos próximos dias.

Nesta terça, os jogadores que atuaram por mais de 45 minutos no empate de domingo com o Ituano fizeram atividade regenerativa. O técnico Jair Ventura levou o Santos a campo para o jogo-treino com: Vladimir; Daniel Guedes, Gustavo Henrique, Matheus Guedes e Romário; Victor Yan, Diego Pituca e Léo Cittadini; Vitor Bueno, Yuri Alberto e Rodrygo.

Depois de ir para o intervalo em branco, o Santos teve no segundo tempo: João Paulo; Fernando Medeiros, Yan, Gustavo Henrique e Emerson; Leandro Donizete, Rafael Longuine e Lucas Lourenço; Gabriel Barbosa (Victor Yan), Stéfano Yuri e Diego Cardoso. Lucas Lourenço foi o responsável por abrir o placar.

Além do gol de Gabriel, o Santos pôde comemorar as presenças em campo de Gustavo Henrique e Vitor Bueno, que estão em fase final de recuperação de graves lesões. O zagueiro, aliás, foi o único que permaneceu todo o jogo-treino em campo, e celebrou a atuação.

"É uma oportunidade boa de mostrar alguma coisa em jogo mesmo. É para valer, não tem bola perdida, todos botam o pé de verdade nas jogadas. É uma oportunidade boa para mim e para quem não tem jogado para mostrar o trabalho. Eu venho treinando firme, me dedicando cada vez mais. Graças a deus, pude atuar o jogo todo. O mais importante é que ganhei ritmo de jogo para estar à disposição o mais rápido possível."

Mais conteúdo sobre:
Santos Futebol Clube Gabriel Barbosa

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.