LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA
LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

Grêmio derrota Chapecoense, vence segunda consecutiva e segue vivo no Brasileirão

Equipe tricolor vê distância para o primeiro time fora da zona de rebaixamento encurtar para quatro pontos

Redação, Estadão Conteúdo

20 de novembro de 2021 | 21h32

Ao vencer sua segunda partida seguida no Campeonato Brasileiro, o Grêmio se mantém vivo na briga pela permanência na Série A. Na noite deste sábado, os gaúchos visitaram a lanterna Chapecoense na Arena Condá, em Chapecó (SC), e triunfaram por 3 a 1, com gols de Lucas Silva, Thiago Santos e Laércio, contra. O gol catarinense também foi contra, marcado por Bruno Cortez.

Com o resultado, o Grêmio chegou a 35 pontos e subiu para o 18º lugar, ainda dentro do Z-4, a zona de rebaixamento à Série B. A diferença para o 16º é de quatro pontos, mas pode voltar a aumentar até o fim da rodada. A Chapecoense, já rebaixada matematicamente, segue com 15 pontos na 20ª e última posição. O time, que tem apenas uma vitória em toda a competição, sequer tem chances de deixar a lanterna.

Logo no começo, a Chapecoense assustou com Henrique Almeida. Após falha de Kannemann, o atacante ficou com a bola na pequena área e chutou de primeira, mas fraco. Mesmo assim, a defesa de Gabriel Chapecó foi difícil por conta da curta distância.

O Grêmio cresceu de produção no decorrer do tempo e tentou com Jhonata Robert e Lucas Silva, mas sem perigo. Thiago Santos também tentou em chute do meio-campo e quase marcou um golaço. Mas o gol só saiu aos 35 minutos com Lucas Silva. Ele recebeu da intermediária e chutou forte para marcar um belo gol, acertando o ângulo esquerdo do goleiro João Paulo, que não alcançou a bola.

No segundo tempo, o Grêmio continuou buscando o gol para ter mais tranquilidade. Primeiro teve chance com Diego Souza, em cabeçada por cima. Até que aos 14 minutos, Thiago Santos, que aproveitou brecha da marcação, invadiu a área pela direita e chutou rasteiro no cantinho. A bola ainda bateu na trave antes de entrar.

Apesar do controle do jogo, o Grêmio teve uma infelicidade na parte final do jogo por conta de um gol contra. Em jogada de escanteio, a bola acabou desviando em Bruno Cortez e entrou no cantinho aos 30 minutos.

A superioridade gaúcha, porém, voltou a se refletir no placar pouco depois, aos 34 minutos. O próprio Cortez invadiu a área na esquerda e cruzou. O zagueiro Laércio tentou cortar e mandou para o gol. Com a tranquilidade restabelecida, o Grêmio conseguiu segurar bem o placar até o final.

O Grêmio volta a campo já na próxima terça-feira, às 21h, quando recebe o Flamengo em sua arena, em Porto Alegre (RS), em jogo atrasado da segunda rodada. Já a Chapecoense volta a atuar em casa na sexta-feira, às 21h30, diante do Atlético-GO, pela 36ª rodada.

FICHA TÉCNICA

CHAPECOENSE 1 X 3 GRÊMIO

CHAPECOENSE - João Paulo; Ezequiel, Laércio, Ignácio e Busanello; Ronei (Renê Júnior), Moisés Ribeiro (Bruno Silva) e Anderson Leite; Kaio Nunes (Rodrigo Silva), Mike (Lima) e Henrique Almeida (Geuvânio). Técnico: Felipe Endres (interino).

GRÊMIO - Gabriel Chapecó; Rafinha (Vanderson), Pedro Geromel, Kannemann e Bruno Cortez; Thiago Santos (Villasanti), Lucas Silva, Jhonata Robert (Alisson), Campaz (Victor Bobsin) e Ferreira; Diego Souza (Borja). Técnico: Vagner Mancini.

GOLS - Lucas Silva aos 35 minutos do primeiro tempo. Thiago Santos aos 14, Bruno Cortez aos 30 e Laércio aos 34 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Anderson Leite (Chapecoense). Bruno Cortez (Grêmio).

ÁRBITRO - Rodolpho Toski Marques (PR).

PÚBLICO - 2.830 presentes.

RENDA - R$ 74.735,00.

LOCAL - Arena Condá, em Chapecó (SC).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.