Felipe Rau/Estadão
Felipe Rau/Estadão

Hudson considera empate do São Paulo ruim: 'Era nosso mando de campo'

No jogo da volta, time do Morumbi visita rival em palco onde nunca venceu antes

Paulo Favero, Estadão Conteúdo

30 de março de 2019 | 22h38

O São Paulo teve bom volume de jogo, um gol anulado e algumas chances para ver, mas acabou ficando no 0 a 0 no Morumbi e agora terá de vencer no estádio do Palmeiras, no próximo domingo, dia 7 de abril, para conseguir avançar para a final do Campeonato Paulista. Um empate leva a decisão para os pênaltis.

"Foi um resultado ruim porque era o nosso mando de campo. Claro que o Palmeiras tem uma boa equipe, mas acho que o nosso time estava mais cansado porque eles têm mais peças para revezar do que a gente", explicou o volante Hudson, se referindo também que o São Paulo teve um dia a menos de descanso que o rival para partida.

Para o técnico Vagner Mancini, o São Paulo teve uma boa postura na partida. "Fizemos um jogo bom, fomos melhores no primeiro tempo, e o Palmeiras equilibrou na segunda etapa. Acho que o resultado poderia ter sido diferente. O São Paulo teve uma ligeira vantagem nos 90 minutos, sabíamos que íamos enfrentar uma equipe de poderio grande", comentou Mancini.

Para o treinador, houve equilíbrio. "Enquanto o São Paulo marcou de perto, o Palmeiras teve dificuldade na armação. Foi equilibrado na segunda etapa. O São Paulo melhorou muito nos últimos jogos, a torcida foi brilhante, jogou junto durante todo o jogo, por isso tivemos êxito. Estamos satisfeitos por ter brigado em igualdade de condições", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.