Santos/Divulgação
Santos/Divulgação

Ídolo do Santos, Clodoaldo é demitido do cargo de consultor

Ex-volante foi titular da seleção brasileira na Copa de 1970

Estadão Conteúdo

24 Janeiro 2018 | 11h40

A diretoria do Santos anunciou a demissão de Clodoaldo Tavares Santana. O ex-jogador, de 68 anos, brilhou com a camisa do clube entre os anos 1960 e 1970 e fez parte do grupo da seleção brasileira que conquistou o título da Copa do Mundo em 1970. Ele exercia o cargo de consultor executivo administrativo.

Clodoaldo ocupava a função desde 2016, na gestão do então presidente Modesto Roma Júnior. Mas a experiência do ex-jogador, que quando atuava foi visto como um sucessor de Zito, na direção do Santos era bem mais antiga, tendo exercido diversos cargos, como os de vice-presidente, gerente de futebol e diretor, além de ter trabalhado nas categorias de base.

+ Confira a tabela do Campeonato Paulista 

Antes de Clodoaldo, outros ex-jogadores deixaram o Santos no início deste ano, após a posse do presidente José Carlos Peres. Foram os casos de Elano e Marcelo Fernandes, que eram auxiliares da comissão técnica fixa, mas acabaram sendo demitidos.

"O Santos FC agradece os serviços prestados por Clodoaldo Tavares Santana. Ele exercia a função de consultor executivo administrativo desde maio de 2016. O clube deseja muita sorte ao ídolo santista, que como jogador atuou em 510 partidas e marcou 13 gols, entre os anos de 1966 e 1980", afirmou a direção do Santos no comunicado em que oficializou a saída de Clodoaldo do clube.

Mais conteúdo sobre:
Santos Futebol Clube futebol Clodoaldo

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.