Ricardo Duarte/Internacional
Ricardo Duarte/Internacional

Inter consegue efeito suspensivo e D'Alessandro poderá jogar Gre-Nal desta quarta

Argentino havia sido suspenso por dois jogos por declarações sobre o presidente da Federação Gaúcha de Futebol, Luciano Hocsman

Marcio Dolzan, Estadao Conteudo

05 de agosto de 2020 | 18h00

O Internacional conseguiu efeito suspensivo junto ao Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-RS) e, com isso, o argentino D'Alessandro está apto a jogar o clássico Gre-Nal desta quarta-feira, na decisão do segundo turno do Campeonato Gaúcho. Quem vencer o clássico, que será disputado na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, estará na final do Gauchão contra o Caxias, campeão do primeiro turno.

D'Alessandro havia sido suspenso por dois jogos e multado em R$ 5 mil pelo TJD-RS em julgamento realizado na terça, véspera do clássico. Ele foi punido por infração ao artigo 243-F do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que trata de ofensa por fato relacionado ao desporto. O motivo foram declarações dadas pelo argentino contra o presidente da Federação Gaúcha de Futebol (FGF), Luciano Hocsman, logo após o Gre-Nal que marcou a retomada do Gauchão, no mês passado.

Após a suspensão definida pelo TJD-RS, os advogados do Inter entraram com um pedido de efeito suspensivo, que foi apreciado na tarde desta quarta-feira. No despacho em que atende ao pedido do clube, o relator Arturo Freitas Zurita assinala que "uma análise acurada dos autos e das provas produzidas" não seria possível neste momento "faltando cerca de cinco horas para o início da partida". Ele então liberou o jogador para a partida.

Pela decisão do relator, caso o Internacional vença o clássico desta quarta e avance para a final do Campeonato Gaúcho, D'Alessandro também estará apto para a partida decisiva.

Apesar da vitória dos advogados do Inter, a escalação do argentino contra o Grêmio é incerta. A tendência é de que o técnico Eduardo Coudet opte por deixar D'Alessandro no banco.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.