Divulgação/Benfica
Divulgação/Benfica

Internado com infecção respiratória, Jorge Jesus testa positivo para covid-19

Estado do treinador do Benfica é estável; clube passa por surto do coronavírus

Redação, Estadão Conteúdo

28 de janeiro de 2021 | 23h32

Internado com infecção respiratória, o técnico Jorge Jesus testou positivo para a covid-19, informou nesta quinta-feira a direção do Benfica. O clube português não revelou a gravidade do caso do treinador, que se tornou famoso no Brasil por sua passagem bem-sucedida no comando do Flamengo.

"O Benfica informa que Jorge Jesus apresenta um quadro clínico de infecção respiratória provocado por SARS-CoV-2", anunciou o clube, que destacou que o treinador apresentou resultado negativo para a nova doença em sete testes, antes do exame positivo. "Apesar de nas últimas duas semanas o treinador ter acumulado 7 testes negativos, exames complementares de diagnóstico efetuados durante o dia de ontem (quarta) no Hospital da Luz indiciaram um comportamento típico de infecção originado pelo novo coronavírus."

Na última semana, um surto da covid-19 atingiu o Benfica, que teve ao menos 17 infectados. Jesus acabou sendo encaminhado ao hospital no começo desta semana por conta da infecção, até então não relacionada ao novo coronavírus.

"Jorge Jesus vai estar em isolamento nos próximos dias, com o corpo clínico do Benfica a acompanhar o seu estado de saúde, que se encontra estável. O Sport Lisboa e Benfica endereça rápidas melhoras ao seu treinador e apela a que a sua privacidade seja respeitada", declarou a direção do clube.

Sem poder contar com o treinador, o Benfica derrotou o Belenenses por 3 a 0, nesta quinta-feira, pela Taça de Portugal. O auxiliar técnico de Jesus, João de Deus, foi quem comandou o time de Lisboa na vitória.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.