Arthur Dallegrave/ EC Juventude
Arthur Dallegrave/ EC Juventude

Juventude vence, entra no G4 da Série B e encerra chances de acesso do Cruzeiro

Único gol da partida foi marcado por Rafael Grampola, convertendo pênalti aos 22 minutos do primeiro tempo

Redação, Estadão Conteúdo

16 de janeiro de 2021 | 21h26

O Cruzeiro deu adeus às chances de conquistar o acesso à elite do Campeonato Brasileiro neste sábado ao perder para o Juventude, por 1 a 0, no estádio Alfredo Jaconi, pela 35.ª rodada da Série B. Já o time gaúcho retornou ao grupo de acesso.

Beneficiado pelo empate por 1 a 1 do CSA com o Avaí, em Maceió, o Juventude pulou para a quarta colocação, com 55 pontos, dois a mais do que o time alagoano, com 53. A segunda derrota seguida - tinha perdido para o lanterna Oeste por 1 a 0 - fez o Cruzeiro estacionar nos 44 pontos e, na 13.ª colocação. Está mais perto da zona de rebaixamento do que do G4 e ainda corre risco de cair para a Série C.

O Cruzeiro começou melhor a partida, assustando em chute de Giovanni, defendido por Marcelo Carné, mas o Juventude foi letal e abriu o placar aos 22 minutos. Capixaba fez fila e caiu dentro da área ao ser puxado por Matheus Pereira. Pênalti claro. Rafael Grampola soltou a bomba na cobrança no meio do gol.

Logo depois, Raúl Cáceres cruzou e Airton, na frente de Marcelo Carné, furou o cabeceio. O Juventude chamou o Cruzeiro para cima, buscando matar o jogo no contra-ataque. Aos 38, Igor cobrou falta e Grampola apareceu livre de marcação, mas chegou um pouco atrasado. Na sequência, William Pottker, dentro da pequena área, perdeu a chance do empate. Nos minutos finais, o Cruzeiro apostou nos cruzamentos. Mas não teve sucesso.

No começo do segundo tempo, Rafael Luiz, que entrou no lugar de Matheus Pereira no intervalo, furou e a bola sobrou para Matheuzinho. O chute foi nas mãos de Fábio. Aos quatro minutos, Rafael Sóbis fez o gol de empate, mas a arbitragem assinalou impedimento do experiente atacante.

Aos 13 minutos, Sóbis arriscou de fora da área e Marcelo Carné espalmou para escanteio. A resposta do Juventude veio na sequência. Manoel escorregou e a bola caiu nos pés de Rafael Grampola, que bateu colocado, pela linha de fundo. William Pottker cruzou e Sóbis cabeceou na rede pelo lado de fora.

Nos minutos finais, o Cruzeiro partiu com tudo para cima do Juventude. Filipe Machado aproveitou cruzamento da direita e cabeceou nas mãos de Carné. Aos 42, William Pottker arriscou de longe e a bola explodiu na trave.

O Juventude volta a campo na terça-feira, contra o Avaí, às 19h15, na Ressacada, em Florianópolis. Na quarta, o Cruzeiro recebe o Operário-PR, às 21h30, no Independência, em Belo Horizonte. Os jogos são válidos pela 36.ª rodada.


FICHA TÉCNICA

JUVENTUDE 1 X 0 CRUZEIRO

JUVENTUDE - Marcelo Carné; Igor, Wellington (Augusto), Emerson e Eltinho; Gabriel Bispo, Gustavo Bochecha e Renato Cajá (Neto); Capixaba (Matheuzinho), Rafael Grampola (Everton) e Rogério (Roberto). Técnico: Pintado.

CRUZEIRO - Fábio; Raúl Cáceres, Manoel, Ramon e Matheus Pereira (Rafael Luiz); Adriano, Filipe Machado (Jadson) e Giovanni (Welinton); Airton (Marcelo Moreno), William Pottker e Rafael Sóbis. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

GOL - Rafael Grampola, aos 22 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Paulo Roberto Alves Junior (PR).

CARTÕES AMARELOS - Emerson, Neto e Eltinho (Juventude); Airton e Rafael Sóbis (Cruzeiro).

RENDA E PÚBLICO - Jogo sem torcida.

LOCAL - Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.