Cristiane Mattos/Light Press/Cruzeiro
Cristiane Mattos/Light Press/Cruzeiro

Léo celebra título com o Cruzeiro, lembra passado como torcedor e exalta Fábio

Zagueiro comemora chance de levantar taça pelo time que torce desde a infância

Estadão Conteúdo

28 de setembro de 2017 | 18h22

O zagueiro Léo não escondeu a emoção pelo título da Copa do Brasil faturado pelo Cruzeiro, na noite da última quarta-feira no Mineirão. Um dos destaques do empate por 0 a 0 com o Flamengo - a conquista veio nos pênaltis -, o jogador admitiu o gosto especial de vencer mais um título pelo clube do coração.

+ Elenco do Cruzeiro ganha folga após título da Copa do Brasil

"É emocionante. Aquela criança que muitas vezes estava na arquibancada torcendo para o Cruzeiro hoje está aqui dentro levantando esse troféu. São sete anos de clube, de muito empenho, muito trabalho e crescimento diário. É uma sensação de muita alegria, de muito orgulho. Feliz demais de poder levantar essa taça diante do nosso torcedor", declarou ao site da CBF.

Ao contrário do Flamengo, que estava na Libertadores e por isso só entrou na Copa do Brasil nas oitavas de final, o Cruzeiro participou do torneio desde o início. No caminho, passou por Volta Redonda, São Francisco-PA, Murici-AL, São Paulo, Chapecoense, Palmeiras e Grêmio até a decisão. E justamente por esta sequência, Léo considerou o time mineiro merecedor do título.

"Passamos por várias situações, disputamos o campeonato desde o início. A equipe foi amadurecendo, foi encorpando enquanto passava por algumas adversidades. Isso tudo gerou muito equilíbrio e um espírito de luta essencial. E foi importante saber jogar a Copa do Brasil, os jogos fora de casa, em que tivemos uma maturidade muito grande."

Se Léo foi um dos destaques do Cruzeiro no tempo normal da decisão da última quarta-feira, Fábio voltou a crescer no momento decisivo para garantir o título ao clube. Grande ídolo cruzeirense, o veterano de 36 anos voou para defender a cobrança de Diego na única penalidade desperdiçada pelas equipes.

"O Fábio é um cara sensacional, com 12 anos de clube sempre buscando o melhor. Nós somos referência aqui, eu, ele, o Henrique. A gente sempre procura ser uma liderança positiva, pessoas que tem história no Cruzeiro. Ficamos felizes de podermos ser úteis aqui. É muito suor e muita dedicação, mas sempre tem a recompensa", disse Léo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.