Phil Noble/Reuters
Phil Noble/Reuters

Manchester United consegue virada no segundo tempo e bate o Newcastle

Pressionado no cargo, José Mourinho vê sua equipe sair atrás logo no começo, mas conquista vitória nos 20 minutos finais de jogo

Estadão Conteúdo

06 Outubro 2018 | 15h54

Correndo risco de ser demitido no Manchester United, o técnico José Mourinho viu o time dele sofrer dois gols do Newcastle no primeiro tempo, mas buscou a virada por 3 a 2 na etapa final, neste sábado, e evitou mais um tropeço no Campeonato Inglês. Fora de casa, o brasileiro Kenedy e o japonês Yoshinori Muto deixaram os visitantes em vantagem, mas o espanhol Juan Mata, o francês Anthony Martial e o chileno Alexis Sánchez deram a vitória ao time mandante.

O início de partida do Newcastle foi avassalador. Logo aos seis minutos, Kenedy recebeu em velocidade, invadiu a área, cortou para a perna esquerda e bateu colocado. O segundo gol saiu aos nove, quando Muto dominou bola cruzada pela direita, girou para a perna canhota e chutou forte, sem chance para o goleiro espanhol David De Gea, que defendeu outras finalizações no restante do primeiro tempo.

Inoperante, o Manchester United pouco criou até o fim da etapa inicial. No segundo tempo, porém, a pressão deu resultado. O goleiro eslovaco Martin Dúbravka defendeu chute de fora da área do francês Paul Pogba, depois contou com a sorte, porque o sérvio Nemanja Matic isolou ao pegar o rebote, isso logo aos cinco minutos.

De falta, aos 24, Mata diminuiu a desvantagem do Manchester United no placar. O empate não saiu antes mais cedo por causa de Dúbravka, que defendeu, em sequência, chutes do belga Marouane Fellaini e de Chris Smalling. Aos 30, porém, batida forte de Martial não deu chance ao goleiro.

O gol da vitória saiu aos 44 minutos do segundo tempo, com Sánchez, que começou a partida no banco de reservas. Após cruzamento feito pela direita, o chileno testou firme e decretou a virada. Foi o primeiro triunfo do Manchester United em casa nos últimos dois meses e o primeiro gol de Sánchez pelo clube desde abril, contando apenas partidas oficiais.

Após oito jogos, o Manchester United agora tem 13 pontos. O time treinado por José Mourinho está distante dos líderes da competição, Manchester City e Liverpool, que somam 19 pontos em sete partidas e se enfrentarão neste domingo.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.