Reprodução Twitter Porto
Reprodução Twitter Porto

Militão é oficializado no Porto e diz: 'É um sonho jogar na Europa'

Lateral-direito se despediu do São Paulo no último domingo e já foi oficializado pelo time português nesta terça-feira

Estadão Conteúdo

07 Agosto 2018 | 18h21

O lateral-direito Eder Militão fez seu último jogo pelo São Paulo no domingo passado, na vitória sobre o Vasco, e foi oficializado pelo Porto, de Portugal, nesta terça-feira. O jogador assinou contrato com o clube português até 2023 e disse, em suas primeiras palavras como reforço da equipe, que "está realizando o sonho de jogar na Europa".

"É uma emoção muito grande realizar o sonho de jogar na Europa, ainda por cima no Porto, uma equipe grande e que já conquistou muitos títulos. Estou num clube vencedor", disse ao site oficial do clube Militão, que garantiu que sua adaptação será rápida. "Aqui fala-se a mesma língua e acredito que vou me adaptar rapidamente. Vou dar tudo para dar certo", completou.

Militão foi negociado pelo São Paulo ao Porto por 4 milhões de euros (cerca de R$ 17,7 milhões). O clube paulista ainda receberá 10% de uma eventual venda futura do jogador de 20 anos, que reencontrará no Porto Luizão e Inágcio, antigos companheiros da base são-paulina.

O lateral chegou ao São Paulo com apenas 13 anos e conquistou diversos títulos nas divisões de base. Ele deixa o clube em alta, após disputar 57 jogos e marcar quatro gols pelo time profissional. Uma de suas características é a facilidade em se adaptar a mais de uma posição. No Porto, Militão já se colocou à disposição para jogar em qualquer lugar do campo que o técnico Sérgio Conceição achar melhor.

"Passei 16 meses incríveis no São Paulo, clube no qual fui conquistando o meu espaço, primeiro como zagueiro, depois como volante e, por fim, como lateral. Seja qual for a posição em que o treinador me coloque, vou dar sempre o meu melhor. Sinto-me confortável em qualquer posição, o importante é jogar", ressaltou.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.