Mailson Santana / Fluminense FC
Mailson Santana / Fluminense FC

Nenê reclama de Miranda, mas assume culpa por pênalti perdido na estreia do Flu

Batida do meia foi defendida pelo goleiro Tiago Volpi na chance de gol mais clara da partida

Redação, Estadão Conteúdo

29 de maio de 2021 | 23h52

O meia Nenê deixou o estádio do Morumbi, em São Paulo, como vilão do Fluminense. O camisa 77 desperdiçou uma cobrança de pênalti no empate sem gols contra o São Paulo, neste sábado, na abertura do Campeonato Brasileiro. O jogador reclamou da catimba do zagueiro Miranda, mas assumiu a culpa.

"Ele (Miranda) ficou na minha frente e não deixou eu dar a minha passada. A responsabilidade de não fazer o gol é minha. Ele foi inteligente e disse que podia me atrapalhar fora da área. Eu acabei perdendo a passada e errei. Faz parte", disse Nenê.

No lance, Miranda se colocou na entrada da área, justamente até onde Nenê caminhou para iniciar a cobrança. Ele chegou a ficar entre dois jogadores do São Paulo até a corrida para a batida e a defesa de Tiago Volpi.

Apesar do empate, o zagueiro Nino saiu satisfeito com o ponto conquistado fora de casa. Ele espera que o Fluminense mantenha o padrão no restante da temporada.

"A gente sabe que todo ponto conquistado é muito importante. Todo mundo concorda que um empate no Morumbi é bom resultado. A gente sai lamentando porque ficamos mais perto da vitória, merecíamos os três pontos. Mas começamos bem e temos tudo para manter e fazer uma boa campanha esse ano", disse Nino.

Na segunda rodada, no próximo sábado, às 11 horas, o Fluminense receberá o Cuiabá no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.