Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Palmeiras deve repetir escalação da estreia na Libertadores contra o Melgar

Em partida pelo Paulistão neste sábado, apenas quatro jogadores que jogaram contra o Junior Barranquilla estiveram em campo

Dani Arruda, especial para o Estado, O Estado de S.Paulo

10 de março de 2019 | 04h30

O Palmeiras deve manter o time base da estreia da Copa Libertadores para enfrentar o Melgar, terça-feira, no Allianz Parque, pela segunda rodada do Grupo F. 

No empate por 1 a 1 com o Mirassol, sábado, pelo Campeonato Paulista, apenas quatro jogadores que atuaram na vitória sobre o Junior Barranquilla na Colômbia estiveram em campo: Gustavo Gómez, Thiago Santos, Moisés e Borja.

Titulares contra o Barranquilla, Weverton, Marcos Rocha, Antônio Carlos, Felipe Melo, Ricardo Goulart, Dudu e Gustavo Scarpa, sequer foram relacionados para o jogo no interior paulista, em uma tentativa da comissão técnica para potencializar a recuperação desses atletas. 

Gustavo Gómez, autor do gol palmeirense em Mirassol, foi o único atleta confirmado pelo técnico Luiz Felipe Scolari para o jogo contra o Melgar: 

"Infelizmente um zagueiro teve que jogar (em Mirassol), deverá jogar novamente na terça. Os jogadores sabem que vamos mudar três, quatro, cinco (atletas) de jogo para jogo. Contra o Melgar deveremos ter sete, oito jogadores diferentes (em relação ao Mirassol) iniciando a partida. É normal no nosso time. Nós temos essa filosofia desde o ano passado", justificou o treinador. 

O Allianz Parque deverá receber um bom público para acompanhar a primeira partida do Palmeiras diante da sua torcida na Libertadores. Até o fim de semana, mais de 27 mil ingressos já haviam sido vendidos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.