Cesar Greco / Ag. Palmeiras
Cesar Greco / Ag. Palmeiras

Palmeiras empata com o Mirassol e desperdiça chance de antecipar vaga no Paulista

Equipe alviverde saiu na frente, mas sofreu empate mesmo contando com um jogador a mais em campo

Dani Arruda, especial para o Estado, Estadão Conteúdo

09 de março de 2019 | 18h52

O Palmeiras empatou com o Mirassol por 1 a 1, neste sábado, fora de casa, e desperdiçou a chance de garantir antecipadamente sua classificação para as quartas de final do Campeonato Paulista. O time de Felipão atuou com um jogador a mais em quase todo segundo tempo do confronto válido pela 10ª rodada da competição.

Os dois gols do confronto saíram no início da etapa final. Gustavo Gómez, de pênalti, abriu o placar para o Palmeiras, enquanto Carlão empatou para o Mirassol.

O empate levou o Palmeiras aos 19 pontos na liderança do Grupo B, contra 14 do Guarani e 13 do Novorizontino. O time de Novo Horizonte recebe o São Caetano, neste domingo, e pode diminuir esta diferença para apenas três pontos. O Mirassol segue na lanterna do Grupo C, com apenas nove pontos, e luta contra o rebaixamento.

Com o objeto de recuperar fisicamente os jogadores que atuaram na última quarta-feira na vitória (2 a 0) sobre o Junior Barranquilla, e de olho no confronto contra o peruano Melgar, na próxima terça, em São Paulo, Felipão escalou o Palmeiras com apenas quatro jogadores que atuaram na Colômbia: Gustavo Gómez, Thiago Santos, Moisés e Borja.

Pelo Campeonato Paulista, o time de Luiz Felipe Scolari tenta selar a classificação às quartas de final contra o São Paulo, sábado, no Morumbi. Já o Mirassol recebe o Botafogo, domingo, no estádio José Maria de Campos Maia.

O JOGO

Palmeiras e Mirassol fizeram um primeiro tempo movimentado, mas de poucas oportunidades de gols. Foram apenas três, todas elas do time de Felipão. O destaque da etapa inicial acabou sendo Lucas Lima. Pelo lado esquerdo, ao lado de Zé Rafael, o meia, que não esteve em campo na estreia da Libertadores, participou diretamente das jogadas que levaram algum perigo ao Mirassol.

Aos 11, ele errou um cruzamento pelo lado esquerdo e por pouco não acertou o ângulo de Matheus Aurélio, que se esticou para evitar o gol. Aos 14, Lucas Lima deu belo passe e deixou Borja na cara do gol, mas o colombiano finalizou sobre o goleiro. Por fim, aos 40, cobrou falta rente à trave esquerda.

No início do segundo tempo, dois gols em dez minutos e uma expulsão atearam fogo no jogo. Aos 5 minutos, Lucas Lima deu belo passe para Borja, que acabou derrubado dentro da área e o árbitro assinalou a penalidade. O zagueiro Gustavo Gómez cobrou no meio do gol e marcou seu terceiro tento de pênalti pelo Palmeiras.

Três minutos depois, o Mirassol perdeu o atacante Zé Roberto, expulso por uma falta dura em Diogo Barbosa. Ele já tinha o cartão amarelo recebido na etapa inicial.

Com um jogador a mais em campo e em vantagem no placar, o Palmeiras teve a oportunidade de controlar o jogo, mas não sobrou tempo para isso. Logo em seguida, aos 9 minutos, em um rápido contra-ataque, Rodolfo cruzou e Carlão tocou para as redes, empatando o confronto.

Mesmo com um jogador a mais que o adversário, o Palmeiras não teve forças para chegar ao segundo gol. Aos 46 minutos, no último lance de perigo, Moisés deu belo passe para Carlos Eduardo, que chutou para fora, levando o técnico Felipão ao desespero no banco de reservas.


FICHA TÉCNICA

MIRASSOL 1 x 1 PALMEIRAS

MIRASSOL: Matheus Aurélio; Daniel Borges, Riccieli, Leandro Amaro e Alex Ruan; Léo Baiano, Wellington Simião (Yuri), Maílton e Rodolfo (Felipe Augusto); Zé Roberto e Carlão (Sandoval). Técnico: Moisés Egert.

PALMEIRAS: Fernando Prass; Mayke, Gustavo Gómez, Edu Dracena e Diogo Barbosa; Thiago Santos (Raphael Veiga), Moisés, Zé Rafael (Carlos Eduardo) e Lucas Lima; Felipe Pires (Jean) e Borja. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

GOLS - Gustavo Gómez, aos 5, e Carlão, aos 9 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Vinícius Gonçalves Dias Araújo.

CARTÕES AMARELOS - Léo Baiano e Diogo Barbosa.

CARTÃO VERMELHO - Zé Roberto.

RENDA - R$ 585.100,00.

PÚBLICO - 9.600 pagantes.

LOCAL - Estádio José Maria de Campos Maia, em Mirassol (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.