Reprodução/Instagram - Leila Pereira
Reprodução/Instagram - Leila Pereira

Palmeiras inicia 'era Roger Machado' nesta quarta-feira

Treinador será apresentado oficialmente na Academia de Futebol ao meio-dia

Gonçalo Junior, O Estado de S.Paulo

29 Novembro 2017 | 07h00

Roger Machado inicia nesta quarta-feira, ao meio-dia, sua trajetória pelo Palmeiras. A apresentação oficial é uma formalidade, pois seu contrato de um ano de trabalho já começou.

+ Tropeços na temporada reduzem meta de premiação do Palmeiras

+ Tabela do Campeonato Brasileiro 2017

O novo técnico e o auxiliar Roberto Ribas acompanhou no Allianz Parque a vitória por 2 a 0 sobre o Botafogo, pelo Campeonato Brasileiro, na segunda-feira. Nos camarotes do estádio, Roger foi fotogrado ao lado de Leila Pereira, presidente da Crefisa, patrocinadora do clube. O primeiro treino, entanto, será apenas em janeiro.

Algumas contratações estão definidas, como a do zagueiro Emerson Santos, do Botafogo, e a do lateral Diogo Barbosa, do Cruzeiro. O meia Lucas Lima, do Santos, deve assinar seu contrato em janeiro, de acordo com seu empresário, Neymar Silva Santos, pai de Neymar.

Machado terá o apoio do técnico interino Alberto Valentim, que ainda não definiu se voltará a ser auxiliar na comissão técnica fixa do Palmeiras na próxima temporada.

"Tivemos uma rápida conversa na sala de análise de desempenho. Conheço o Roger há anos, já trocamos livros e em uma outra viagem que fiz até Porto Alegre, tomamos café juntos. Vamos cuidar do planejamento", comentou Valentim.

O Palmeiras é a terceira oportunidade em um dos grandes clubes do país. Antes do Palmeiras, ele havia passado por Grêmio e Atlético-MG. Antes dos grandes, iniciou a carreira no Juventude e no Novo Hamburgo, do Rio Grande do Sul.

Formado em Educação Física, Roger tem o perfil de um técnico estudioso e detalhista. Tem prazer pela parte teórica e acadêmica. Essas características já haviam chamado a atenção do Palmeiras no final do passado.

A diretoria procurava um substituto para Cuca e chegou a manter contato com o treinador. O clube chegou a aguardar a resposta do técnico por alguns dias, até resolver contratar Eduardo Baptista.

Logo depois, Roger aceitou a proposta do Atlético-MG. Pelo time o treinador ganhou o primeiro título da carreira, o Campeonato Mineiro deste ano. A passagem se encerrou em julho, após derrota em casa para o Bahia. Desde então, ele voltou a morar em Porto Alegre e recusou sondagens, alegando que só iria voltar a trabalhar no começo de 2018. A negociação com o Palmeiras foi fechada em poucos dias.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.