Marcos Brindicci/Reuters
Marcos Brindicci/Reuters

Palmeiras quer se recuperar do 2 a 0 para Boca no jogo com o Flamengo

Após derrota na Libertadores, palmeirenses apostam na recuperação no jogo de sábado pelo Brasileirão

Gonçalo Junior, O Estado de S.Paulo

25 Outubro 2018 | 11h00

Os jogadores do Palmeiras afirmaram que não têm tempo para pensar na derrota para o Boca Juniors, por 2 a 0, em função da disputa do Campeonato Brasileiro. Apesar da derrota no jogo de ida da Libertadores, o time visita neste sábado o Flamengo, segundo colocado e quatro pontos atrás na classificação.

“Só podemos pensar nessa derrota hoje (ontem). Temos de nos recuperar diante do Flamengo e ganhar forças para o jogo de volta da Libertadores”, disse o goleiro Weverton. 

Para o meia Moisés, o time não pode se abater. No jogo de volta, o Palmeiras terá de vencer por três gols de diferença. Se vencer por 2 a 0, por exemplo, o time de Felipão leva a decisão para os pênaltis. “Temos de mudar o foco para o Brasileirão rapidamente. Controlamos o jogo até o final, e eles tiveram méritos. Depois de sábado, voltamos a pensar na Libertadores. Agora, nosso foco é o Flamengo”, disse o meia do Palmeiras. 

“Tem de sentir (a derrota), todo mundo ficou cabisbaixo. Não fizemos um jogo brilhante, mas o adversário não criava nada. No fim do jogo tomar dois gols é triste. Viemos para conseguir um resultado melhor. Pegar essa tristeza e angústia e reverter em força", disse Moisés. 

O Palmeiras vai encarar o Maracanã lotado. Empolgada, a torcida rubro-negra esgotou ontem os 56.310 ingressos colocados à venda. A expectativa é que o público total supere os 65 mil, pois existem entradas que incluem cortesias, gratuidades e 2.700 bilhetes encaminhados para a torcida do time visitante.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.