Nilton Fukuda/Estadão
Nilton Fukuda/Estadão

Pedrinho volta a treinar no Corinthians e Cássio analisa o ano como positivo

Goleiro fez um balanço da temporada, reconheceu irregularidades, mas lembrou dos bons momentos, como o título paulista

Redação, O Estado de S.Paulo

06 de dezembro de 2019 | 12h05

O técnico interino do Corinthians, Dyego Coelho, não deu pistas da formação da equipe que enfrentará o Fluminense, domingo, às 16h, na arena em Itaquera, pela derradeira rodada do Campeonato Brasileiro. A partida marcará também a despedida de Coelho do time principal. Na próxima temporada, ele volta para o sub-20 e Tiago Nunes assume o profissional. 

Com o trabalho de sábado fechado, a atividade de sexta-feira foi a última que os jornalistas puderam acompanhar antes do jogo. As novidades foram as presenças em campo do lateral-esquerdo Danilo Avelar e do atacante Pedrinho. O primeiro se recupera de problema no ombro esquerdo e o outro de uma lesão muscular na panturrilha direita.

Os dois ficaram de fora da vitória sobre o Ceará e ainda não tiveram as voltas confirmadas. No rachão realizado no CT Joaquim Grava, as baixas ficaram por conta de Fagner, que realizou trabalho regenerativo, e do lateral-esquerdo Carlos Augusto, que se recupera de tendinite no joelho direito. Após a atividade Cássio concedeu entrevista coletiva e fez um balanço da temporada corintiana.

"Vejo o ano como positivo por todas as circunstâncias. Ganhamos o Paulista, começamos o ano bem. Tivemos um bom começo de Brasileiro. Fomos um pouco irregulares no Brasileiro principalmente fora de casa. Foi um ano de muita mudança. Chegaram muitos jogadores. Sempre diferente trabalhar com um treinador que saiu há algum tempo, chega com coisas novas. Coelho chegou em situação que o time não vinha bem. Estava sem ganhar partidas. Sabemos como é o Corinthians quando fica sete ou oito jogos ganhar. Coelho entrou e time deu resposta boa. Lógico que temos que agregar e ser mais ambicioso. Temos que buscar títulos e vaga direto. Se for pegar na história, depois do ano de reformulação sempre damos resposta. Em 2015 foi assim e em 2017 também. Que a gente possa ser mais regular", destacou.

Coelho completou sete jogos pela equipe principal, com três vitórias, dois empates e duas derrotas. O Corinthians está na sétima colocação, com 56 pontos, e fará o jogo de despedida da temporada sem grandes pretensões, pois já está garantido na fase preliminar da Libertadores e não tem mais chances de entrar para os classificados à fase de grupos. 

"Temos que fazer nosso melhor, estaremos na frente da nossa torcida. Espero um público bom e seria legal terminar com uma vitória. Amanhã, Coelho vai definir o time. Faremos um treino vendo coisas do adversário. Foco é terminar bem e sair feliz para as férias", opinou Cássio.

A provável escalação do Corinthians para enfrentará o Fluminense no domingo deverá contar com: Cássio; Fagner, Manoel, Gil e Danilo Avelar (Carlos Augusto); Gabriel, Junior Urso e Pedrinho (Mateus Vital); Janderson, Boselli (Gustagol) e Vagner Love.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.