Ricardo Mazalan/Reuters
Ricardo Mazalan/Reuters

Peterhansel vence etapa e Sainz mantém liderança do Dakar entre os carros

Entre as motos, Antoine Meo chegou na frente e subiu para o sexto lugar na classificação geral, liderada por Adrien Van Beveren

Estadão Conteúdo

14 Janeiro 2018 | 20h38

Stephane Peterhansel venceu neste domingo a oitava etapa da edição de 2018 do Rally Dakar e assumiu a terceira posição na classificação geral entre os carros da tradicional prova, mas o dia também acabou sendo positivo para o líder Carlos Sainz, que poderá ser beneficiado com a decisão dos organizadores de cancelar a nona etapa da disputa.

+Sainz aproveita problema mecânico de Peterhansel e assume ponta no Rally Dakar

+Rally Dakar chega à Bolívia e pilotos encaram protesto e altitude em La Paz

O francês Peterhansel, 13 vezes campeão do Dakar entre motos e carros, superou o compatriota Cyril Despres por uma diferença de apenas 49 segundos. O catariano Nasser Al-Attiyah chegou a dois minutos do vencedor e manteve o segundo lugar na classificação geral.

Sainz, que se apoderou no sábado da liderança na classificação entre os carros, segue na dianteira, com uma vantagem de 1h06min37 sobre Al-Attiyah e de 1h13min42 para Peterhansel, que se recuperou dos problemas mecânicos que enfrentou na especial de sábado, o que o levou a perder quase duas horas na classificação geral.

A oitava etapa foi disputada neste domingo entre as cidades bolivianas de Uyuni e Tupiza, com um trecho cronometrado de 498 quilômetros, o mais longo de toda a corrida.

Se quiser ser campeão, o espanhol Sainz deverá conservar a vantagem durante um dia a menos do que se previa. Neste domingo, os organizadores do Dakar cancelaram a nona etapa, prevista para esta segunda-feira entre a cidade boliviana de Tupiza e a argentina de Salta, devido às condições meteorológicas adversas na região. "Há um risco de inundação e tormenta", disse Marc Coma, diretor da prova, segundo o perfil oficial do rali no Twitter. "Não queremos correr nenhum risco".

A nona etapa incluía um percurso cronometrado de 242 quilômetros. Durante os últimos dias, o sul da Bolívia foi afetado por chuvas intensas. Inclusive, o acampamento da competição em Tupiza ficou inundado.

Após o cancelamento, os participantes do Dakar se dirigiram em caravana e de forma segura até Salta. De lá, partirão na terça-feira para cumprir a décima etapa, com chegada em Belén.

Entre as motos, o francês Antoine Meo ganhou a etapa deste domingo e subiu para o sexto lugar na classificação geral, liderada pelo compatriota Adrien Van Beveren com um tempo de 27h22min03. O segundo lugar, com uma desvantagem de 22 segundos, é ocupado pelo argentino Kevin Benavides.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.