Liverpool/ Divulgação
Liverpool/ Divulgação

Presidente da Uefa diz que Liverpool deveria ser proclamado campeão inglês

'Se os jogos forem disputados, eles certamente o vencerão em campo', diz o dirigente

Redação, AFP

07 de abril de 2020 | 07h31

O título de campeão da Inglaterra não pode escapar das mãos do Liverpool, líder isolado antes da interrupção do Campeonato Inglês, e que será campeão em campo ou por possível consenso se a temporada não for retomada, afirmou nesta segunda-feira o presidente da Uefa, Aleksander Ceferin.

"É impossível para o Liverpool terminar sem título. Se os jogos forem disputados, eles certamente o vencerão em campo (...) No caso de as partidas não poderem ser disputadas, a maneira e os critérios devem ser encontrados com base nos quais de acordo com os resultados, ele será declarado campeão", disse o chefe da Uefa ao jornal esportivo esloveno Ekipa.

O Liverpool, que não conquista o Campeonato Inglês há 30 anos, estava com uma mão na taça, com 25 pontos de vantagem sobre o segundo colocado, o Manchester City quando o torneio foi suspenso após a 29ª rodada, devido à pandemia do novo coronavírus.

A Uefa não se pronunciou sobre um eventual calendário de retomada da temporada, alegando trabalhar com vários cenários, embora tenha decidido o adiamento da Euro-2020 para 2021.

Questionado sobre a possibilidade de organizar jogos no próximo verão (europeu), o líder esloveno respondeu simplesmente que ele é "um otimista em geral".

"É claro que não posso conceder ou prometer nada. Tudo dependerá de saber se a situação será segura o suficiente para que uma pessoa não corra perigo jogando futebol", acrescentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.