Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Garotos do Palmeiras derrotam o Cuiabá e asseguram 3ª colocação do Brasileirão

Após faturar o tri da Libertadores, time alviverde vai até o Mato Grosso e não toma conhecimento do rival: 3 a 1

Glauco de Pierri, O Estado de S.Paulo

01 de dezembro de 2021 | 00h15

Três dias depois de conquistar o tricampeonato da Copa Libertadores da América, o Palmeiras voltou a campo nesta terça-feira para encarar o Cuiabá, em partida válida pelo Campeonato Brasileiro. Na Arena Pantanal, o Alviverde entrou em campo com um time bem diferente daquele que venceu o Flamengo no estádio Centenário, em Montevidéu - cheio de jovens valores, quase todos revelados pelo próprio clube. Com os titulares já em férias, as “crias da Academia” ganharam nova oportunidade de mostrar suas qualidades aos torcedores da equipe.

Do outro lado, o Cuiabá precisava de um bom resultado para ficar um pouco mais longe da zona do rebaixamento, que nas últimas rodadas o clube viu chegar um pouco mais perto. Para tentar “ajudar” os seus jogadores, a diretoria do clube optou por molhar o campo da Arena Pantanal antes do início da partida, mas o “truque” não deu muito certo. Com um gramado liso, várias vezes durante a primeira etapa os jogadores do time cuiabano escorregaram e o Palmeiras soube aproveitar bem os espaços.

Logo aos três minutos, Michel fez bom lançamento para o atacante Gabriel Silva, que voltava a ter chances na equipe titular do Palmeiras. Ele aproveitou que o zagueiro Paulão deu uma ‘derrapada’ no início do lance, saiu na frente de Walter e teve sangue frio para driblar o goleiro e tocar no gol vazio para abrir o placar.

Aos poucos, o Cuiabá tentou colocar a bola no chão para chegar ao gol de Vinícius Silvestre, mas o time levava pouco perigo. O Palmeiras, quando chegava, dava muito trabalho para Walter. Aos 25 e aos 28, o atacante Giovani teve duas boas chances de marcar o seu primeiro gol como profissional, mas ele errou nas finalizações.

Aos 29, não teve jeito, e Giovani, artilheiro nas categorias de base do Palmeiras, marcou seu primeiro gol como profissional pelo clube. Gabriel Menino recebeu bom lançamento no ataque e deu uma casquinha de cabeça. Giovani dominou e saiu em velocidade, puxou para o meio e bateu colocado, rasteiro, de esquerda, sem chances para Walter.

O Cuiabá não desistiu e diminuiu o placar aos 36, com o zagueiro Alan Empereur. Clayson bateu escanteio na primeira trave, Vinicius Silvestre saiu do gol de forma estranha e Jenison cabeceou na trave. No rebote, Empereur cabeceou e fez o seu primeiro gol pela equipe, justamente contra seu ex-clube.

Na segunda etapa, o Cuiabá partiu para cima para tentar ao menos o empate, mas deixava espaços em seu sistema defensivo. Aos dez minutos, o zagueiro palmeirense Renan, de cabeça, fez o goleiro Walter se esticar todo para impedir o terceiro gol da equipe paulista.

Aos 25 foi a vez do Cuiabá chegar com perigo. Clayson recebeu na área pelo setor esquerdo, passou pela marcação e saiu de frente para o goleiro Vinicius Silvestre. Clayson tentou tocar na saída do goleiro, mas parou na defesa de Walter.

Pouco depois dos 30 da segunda etapa, Renan afastou errado e na sequencia João Paulo tocou para o meio. Kuscevic dividiu a bola com Elton, que tentou avançar para tirar do goleiro, mas caiu no chão - ele pediu a marcação do pênalti, mas a arbitragem mandou o jogo seguir. Aos 36, Fabinho se antecipou em passe de João Lucas e puxou o contra-ataque. Depois de deixar a bola com Veron, ele partiu para a área e recebeu a bola e bateu para o gol, mas acabou sendo travado na hora do chute.

Vinicius Silvestre salvou o Palmeiras aos 43 com uma linda defesa, de puro reflexo. Após cruzamento, o zagueiro Paulão cabeceou firme para o chão, mas o goleiro conseguiu se esticar e espalmou. Dois minutos depois, o próprio Paulão cometeu outro erro que decretou o resultado final - ele foi sair jogando, mas tocou no pé de Gabriel Veron, que antecipou e bateu firme no ângulo, para a festa da torcida do Palmeiras.

O problema é que Veron, que já tinha cartão amarelo, tirou a camisa na comemoração e acabou sendo expulso de campo e vai desfalcar o time na partida contra o Athletico-PR, na próxima segunda-feira, em Curitiba. Outro que não poderá viajar ao Paraná é o auxiliar técnico João Martins, que também recebeu o cartão vermelho. 

FICHA TÉCNICA

CUIABÁ 1x3 PALMEIRAS

CUIABÁ - Walter; João Lucas, Paulão, Alan Empereur e Uendel (Lucas Hernandes); Camilo, Pepê (Jonathan Cafu), Rafael Gava (Cabrera) e Max (Felipe Marx); Jenison e Clayson. Técnico: Jorginho.

PALMEIRAS - Vinicius Silvestre; Michel, Kuscevic e Renan; Gustavo Garcia (Lucas Freitas), Gabriel Menino (Fabinho), Matheus Fernandes e Victor Luiz (Vanderlan); Gabriel Veron; Gabriel Silva (Pedro Bicalho), Giovani (Kevin). Técnico: João Martins.

GOLS - Gabriel Silva, aos 3, Giovani, aos 29, e Alan Empereur, aos 36 minutos do primeiro tempo; Gabriel Veron, aos 45 do segundo tempo

JUIZ - Paulo Roberto Alves Junior (PR)

CARTÕES AMARELOS - Rafael Gava, Gabriel Veron, Uendel, Pepê, Gustavo Garcia.

CARTÃO VERMELHO - Gabriel Verón

RENDA E PÚBLICO - Não divulgados.

LOCAL - Arena Pantanal, em Cuiabá (MT).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.