José Tramontin / Athletico-PR
José Tramontin / Athletico-PR

Renato Kayser faz gol bizarro, mas Athletico-PR leva empate do Avaí fora de casa

Jonathan foi o autor do gol da equipe catarinense; jogo da volta será na próxima quinta-feira

Redação, Estadão Conteúdo

03 de junho de 2021 | 22h37

O Athletico-PR dominou todo o jogo na Ressacada, em Florianópolis, nesta quinta-feira, e chegou a abrir o marcador com gol de bumbum de Renato Kayser, mas o Avaí precisou de apenas um ataque para marcar com Jonathan (1 a 1) e deixar aberto o confronto válido pela terceira fase da Copa do Brasil.

Na próxima quinta-feira, às 19 horas, na Arena da Baixada, em Curitiba, o vencedor garantirá vaga nas oitavas de final. Em caso de novo empate, a decisão será nos pênaltis. Não há gol qualificado na Copa do Brasil.

O primeiro tempo teve amplo domínio do Athletico-PR. Mesmo sendo visitante, o clube paranaense chegou aos quatro minutos em chute firme de Renato Kayser. Glédson defendeu. O goleiro do Avaí também pegou a finalização de Carlos Eduardo aos 25 minutos.

No lance do gol do Athletico-PR, porém, Glédson errou feio. Aos 34 minutos, ele passou lotado no cruzamento da esquerda. A bola ficou "viva" na área até o atacante Getúlio encher o pé. O problema é que ele acertou Renato Kayser, que abriu o marcador com o bumbum. Antes do intervalo, aos 41 minutos, Kayser tocou para Nikão que bateu firme, mas Glédson defendeu com as pernas.

No segundo tempo, o Athletico-PR assustou aos cinco minutos em finalização de Khellven. Glédson, porém, fez outra boa defesa. O time paranaense voltou a dar trabalho para Glédson que espalmou chute de Nikão aos 27 minutos.

A resposta do Avaí, no entanto, foi certeira. Na primeira chegada em todo o jogo, aos 29 minutos, o clube catarinense empatou. Jonathan, que acabara de entrar na vaga de Getúlio, recebeu de Serrato, girou e bateu cruzado. Após o empate, o jogo caiu de produção e a igualdade prevaleceu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.