Wilton Junior/ Estadão Conteúdo
Wilton Junior/ Estadão Conteúdo

Seleção enfrenta o Chile pelas Eliminatórias em volta de Neymar e reencontro com Maracanã

Brasil se despede do torneio como mandante e espera consolidar nomes para convocação final para o Mundial do Catar

Marcio Dolzan/ RIO, O Estado de S.Paulo

24 de março de 2022 | 05h00

Com expectativa de Maracanã lotado, a seleção brasileira faz nesta quinta-feira, a partir das 20h30, sua despedida em casa pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo. O jogo com o Chile deverá ser também o último da equipe em solo nacional antes do Mundial do Catar, marcado para o fim do ano. Com uma nova formação ofensiva, o Brasil quer vencer bem e, quem sabe, garantir o título simbólico do qualificatório.

O clima na seleção é leve. O técnico Tite comandou dois treinos com o grupo todo na Granja Comary, em Teresópolis, e não fez questão nenhuma de esconder o time. Ao contrário, treinou as duas vezes com a mesma formação e permitiu que a imprensa acompanhasse os trabalhos na íntegra, algo raro nos últimos anos.

O ataque será formado por Vinícius Júnior pela direita, Antony pelo lado esquerdo e Neymar mais centralizado. "Particularmente, não gosto de usar 'falso 9'. Ele é um verdadeiro, é um atacante com liberdade criativa. Um jogador que tem as características... Como é o termo? Ousadia. O Vini diz que é o 'malvadeza'. São adjetivos que fomentam e incentivam a criatividade, o lance pessoal. Teve um jogo que ele trabalhou assim e teve outros que ele voltou para deixar outros jogadores à frente. O Neymar tem uma estrutura há bastante tempo na seleção para potencializar a criatividade dele. Cada um trabalha em seu setor para que ele possa ter a criatividade em seu setor", disse o técnico na tarde dessa quarta-feira.

Todos esperam que Neymar faça uma grande exibição. Em baixa no PSG, onde tem sido um dos alvos preferidos da torcida especialmente após a eliminação na Liga dos Campeões, o principal jogador da seleção espera reafirmar seu protagonismo na seleção.

Nos treinos na Granja Comary, o jogador se mostrou bem à vontade. Na terça, chegou a orientar os jogadores. Na quarta, por sua vez, cobrou faltas, escanteios e treinou inúmeras cobranças de pênalti. E, quando balançou as redes, não deixou de esconder o sorriso que lhe é característico.

Quem também entrará em campo debaixo de grande expectativa é Antony, do Ajax. O atacante sofreu uma pancada no tornozelo no fim de semana e ainda será reavaliado, mas treinou normalmente em Teresópolis e deverá formar o ataque desde o início.

Reaberto este mês após passar por troca completa do gramado, o Maracanã receberá grande público. Até o fim da tarde de quarta, 52 mil ingressos já haviam sido vendidos.

FICHA TÉCNICA

BRASIL X CHILE

BRASIL: Alisson; Danilo, Marquinhos, Thiago Silva e Arana; Casemiro, Fred e Lucas Paquetá; Vinicius Jr., Antony e Neymar. Téc. Tite

CHILE: Claudio Bravo; Isla, Paulo Díaz, Enzo Roco e Suazo; Medel, Baeza, Aránguiz e Vidal; Alexis Sánchez e Vargas. Téc. Martín Lasarte

ARBITRAGEM:  Darío Herrera (ARG)

HORA: 20h30

LOCAL: Maracanã, no Rio (RJ)

ONDE ASSISTIR: Globo e SporTV

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.