Williams Aguiar / Sport Clube do Recife
Williams Aguiar / Sport Clube do Recife

Sem Hernane, Sport aposta na força da Ilha do Retiro para iniciar reação

Por outro lado, zagueiro Ronaldo Alves retorna após cumprir suspensão e deve ser titular

Estadão Conteúdo

23 de setembro de 2018 | 07h42

O técnico Eduardo Baptista vem trabalhando com uma meta simples no Sport, porém de difícil execução: vencer os últimos sete jogos que tem em casa para deixar a zona de rebaixamento. O primeiro desafio rumo ao objetivo traçado é diante do Palmeiras neste domingo, às 18h, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O treinador não poderá contar com o atacante Hernane Brocador, que sofreu uma luxação no ombro esquerdo. Durante os treinamentos desta semana, ele foi substituído por Marlone, que formará o trio ofensivo com Morato e Rogério.

Por outro lado, Eduardo Baptista poderá contar com o zagueiro Ronaldo Alves, que retorna após cumprir suspensão. O comandante tentou fazer um mistério em cima da possível escalação de Léo Ortiz, mas deve escalar a dupla veterana, formada por Durval e o próprio Ronaldo.

"Temos que remar para um lado só, time, diretoria, torcida, imprensa. Estamos jogando no limite. Não vou vir aqui pintar um quadro bonito. Nós estamos no limite, mas com todos juntos saímos dessa. Vamos fazer a Ilha do Retiro pulsar. Podia ser o Real Madrid ou o Íbis. Podia ser qualquer um. Mas vai dar Sport", afirmou o treinador, tentando dar confiança ao time.

Há três jogos sem vencer, o Sport aparece na vice-lanterna do Brasileirão, com 24 pontos, a quatro da Chapecoense, primeira equipe fora da zona de rebaixamento.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.