Pedro Martins/Mowa Press
Pedro Martins/Mowa Press

Sem vitória em amistosos, Brasil cai no ranking e perde o 2º lugar para França

Equipe de Tite perde posto para os campeões do mundo, que venceram seus compromissos pelas Eliminatórias para a Eurocopa de 2020

Redação, Estadão Conteúdo

19 de setembro de 2019 | 09h06
Atualizado 20 de setembro de 2019 | 09h39

O empate contra a Colômbia e a derrota para o Peru em amistosos realizados neste mês nos Estados Unidos custaram caro à seleção brasileira no ranking da Fifa. Na atualização periódica feita pela entidade, divulgada nesta quinta-feira, o time comandado pelo técnico Tite caiu uma posição e agora está no terceiro lugar. Foi ultrapassado pela França, que venceu duas partidas pelas Eliminatórias para a Eurocopa de 2020.

Em relação ao ranking anterior, divulgado em julho, o Brasil caiu de 1.726 para 1.719 pontos, enquanto que os franceses subiram de 1.718 para 1.725 pontos. A liderança segue com a Bélgica, que também obteve duas vitórias pelas Eliminatórias da Eurocopa e está no momento com 1.752.

A atualização do ranking em setembro leva em conta os resultados da última data Fifa, que contou com 78 amistosos oficiais, 60 jogos eliminatórios para a Copa do Mundo de 2022, que será no Catar, e 74 partidas qualificatórias para competições continentais (Eurocopa de 2020 e Copa da Ásia de 2023).

Outra seleção que subiu na lista deste mês foi Portugal, do atacante Cristiano Ronaldo, passando do sexto para o quinto lugar - ultrapassou o Uruguai, que disputou amistosos nos Estados Unidos. Os outros países que ocupam o Top 10 são: Inglaterra (quarta posição), Espanha (sétima), Croácia (oitava), Colômbia (nona) e Argentina (10.ª).

Grandes seleções mundiais ainda estão abaixo do Top 10. São os casos da Holanda, em 13.º lugar, da Itália, em 15.º, e da Alemanha, em 16.º. O Peru, atual vice-campeão da Copa América e que derrotou o Brasil no amistoso realizado em Los Angeles, ocupa a 19.ª colocação.

O maior avanço entre agosto e setembro foi obtido pela seleção de Granada, que subiu 13 colocações e passou para a 160.ª posição. As maiores quedas ocorreram com a Nicarágua e com Eswatini (antiga Suazilândia), que caíram 11 colocações. O país da América Central está na 148.ª posição e o da África, na 150.ª.

Confira os 20 primeiros colocados do ranking da Fifa:

1) Bélgica, 1.752 pontos

2) França, 1.725

3) Brasil, 1.719

4) Inglaterra, 1.662

5) Portugal, 1.643

6) Uruguai, 1.639

7) Espanha, 1.631

8) Croácia, 1.625

9) Colômbia, 1.622

10) Argentina, 1.614

11) Suíça, 1.604

12) México, 1.603

13) Holanda, 1.586

14) Dinamarca, 1.584

15) Itália, 1.583

16) Alemanha, 1.580

17) Chile, 1.576

18) Suécia, 1.560

19) Peru, 1.551

20) Senegal, 1.546

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.