Divulgação
Divulgação

Serginho Chulapa comandará o Santos interinamente contra o Flamengo

Zé Ricardo e Abel Braga, livres no mercado, são os principais nomes que surgem como eventuais substitutos de Jair Ventura

Estadão Conteúdo

23 de julho de 2018 | 16h10

Horas depois de anunciar a demissão do técnico Jair Ventura, a diretoria do Santos informou nesta segunda-feira que Serginho Chulapa comandará o time interinamente no duelo contra o Flamengo na quarta-feira, às 21h45, na Vila Belmiro, pela 15.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

+ Após empate com a Chapecoense, Jair Ventura é demitido do Santos

Chulapa ocupa atualmente o cargo de auxiliar técnico no clube e já comandará a atividade desta segunda ao lado dos preparadores físicos Marcos Alejandro e Fernando Fernandes. A assessoria de imprensa do clube também informou que o presidente do Santos, José Carlos Peres, e o executivo de futebol, Ricardo Gomes, concederão entrevista coletiva ainda nesta segunda para comentar a saída do treinador.

Jair Ventura vinha balançando no cargo desde antes da parada para a Copa do Mundo. Na retomada do Campeonato Brasileiro, o time alvinegro empatou o clássico com o Palmeiras por 1 a 1 na última quinta-feira e ficou no 0 a 0 com a Chapecoense, no domingo.

As fracas atuações geraram ainda mais protestos entre torcedores e dirigentes e ele deixa o Santos na 15ª colocação, com 15 pontos. Em 13 jogos disputados no Brasileirão, a equipe conseguiu apenas quatro vitórias. Empatou outros três jogos e perdeu seis, com 38,5% de aproveitamento no total.

"A direção do Santos Futebol Clube comunica que Jair Ventura não é mais treinador da equipe profissional. O Clube agradece o profissionalismo do técnico durante o tempo em que aqui esteve no comando do Peixe", informou o clube por meio de nota publicada em seu site oficial.

Jair chegou ao Santos em 3 de janeiro após se destacar como técnico do Botafogo. No total, esteve à frente do clube por 39 jogos, com 14 vitórias, 10 empates e 15 derrotas, aproveitamento de 44,4%.

No período em que esteve à frente do time não conseguiu dar regularidade ao elenco. Sob o seu comando, a equipe está garantida nas oitavas de final da Copa Libertadores e nas quartas de final da Copa do Brasil, mas caiu nas semifinais do Campeonato Paulista e agora figura na parte de baixo do Brasileirão.

Zé Ricardo e Abel Braga, livres no mercado, são os principais nomes que surgem como eventuais substitutos. O primeiro foi demitido do Vasco em 2 de junho e o outro pediu demissão do Fluminense no dia 16 do mesmo mês.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.