Mauricio Dueñas Castañeda/EFE
Mauricio Dueñas Castañeda/EFE

Sheik avalia que preparação mais curta pode atrapalhar o Santos no clássico

Corinthians chegou ao Brasil na madrugada de sexta-feira enquanto rival tem retorno previsto para esta noite

Gonçalo Junior, O Estado de S.Paulo

02 Março 2018 | 19h23

O atacante Emerson Sheik afirma que o Corinthians pode levar vantagem no clássico de domingo por ter tido um dia a mais de preparação que o Santos. O Corinthians desembarcou no Brasil na madrugada desta sexta-feira por causa de um atraso de uma hora na decolagem em Bogotá após o empate com o Millonarios. O Santos jogou na quinta-feira na altitude de 3400 metros do Peru na derrota para o Real Garcilaso e tem retorno previsto a São Paulo apenas na noite desta sexta-feira. 

+ Carille comemora ponto conquistado na Colômbia

“Acho que atrapalha, sim. Não sou formado em fisiologia, tampouco preparação física. Mas entendo que pode atrapalhar um pouco", afirmou o atacante em entrevista coletiva na tarde desta sexta-feira no CT Joaquim Grava. 

"Mas quando a bola rola, muda. O atleta tira energia de onde a gente nem imagina. Por algumas horas, essa tabela talvez tenha desfavorecido eles, mas em outro momento pode ajudar. Se tiver reclamação toda vez que acontecer, estaremos sempre aqui falando, porque o nosso calendário é complicado. Eles talvez tenham sofrido algumas horas a mais, daqui a uma semana é outra equipe, daqui a duas será outra", avaliou. 

O atacante de 39 anos, que entrou no segundo tempo do empate com o Millonarios, avalia que os maiores rivais do Corinthians são São Paulo e Palmeiras. “Eu acho que a rivalidade nos últimos anos contra Palmeiras e São Paulo está um pouco mais forte. Contra o Santos, nem tanto. Isso não tira a grandeza do Santos, nem a importância do clássico", afirmou. 

O Corinthians voltou a treinar na tarde desta sexta-feira, no CT Joaquim Grava, após a viagem de volta da Colômbia, na quinta-feira. Apenas os reservas foram a campo e trabalharam sob forte chuva. Os titulares ficaram na academia realizando um trabalho regenerativo. Assim, a escalação para o clássico contra o Santos será definida apenas neste sábado, véspera do duelo no Pacaembu. 

Mais conteúdo sobre:
Emerson Sheik Corinthians

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.