Fábio Leone/Ponte Press
Fábio Leone/Ponte Press

Thalles marca duas vezes e Ponte Preta derrota o Mirassol em casa

Equipe de Campinas não encontra dificuldades para fazer 3 a 0 em jogo no Moisés Lucarelli

Redação, Estadao Conteudo

30 de janeiro de 2019 | 21h41

A Ponte Preta ainda não havia vencido e nem marcado gols no Campeonato Paulista. Parecia que estava guardando tudo para a noite desta quarta-feira. Com dois gols do atacante Thalles, o time campineiro venceu o Mirassol por 3 a 0, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, pela quarta rodada do Estadual.

Com o resultado, a Ponte chegou aos cinco pontos e assumiu a vice-liderança do Grupo A, passando o Red Bull Brasil no saldo de gols (2 contra 1). Por outro lado, o Mirassol estacionou nos quatro e amarga a lanterna do Grupo C, desperdiçando a chance de dormir na liderança.

A vitória simples não refletiu o que foi o primeiro tempo. Depois de abrir o placar aos cinco minutos com um gol contra de Léo Baiano, que tentou cortar cruzamento de Gerson Magrão, a Ponte criou pelo menos quatro boas oportunidades - duas com Thalles e duas com Gerson Magrão -, mas não aproveitou.

Depois de desperdiçar duas chances no primeiro tempo, Thalles voltou com o pé calibrado do intervalo. Logo aos cinco, o camisa 9 acertou o ângulo de Matheus Aurélio com uma bomba de fora da área. Aos 18, Igor Henrique foi derrubado dentro da área e Thalles, de pênalti, ampliou. O Mirassol só não fez o de honra porque Ivan salvou em três oportunidades.

Os dois times voltam a campo no domingo, pela quinta rodada. A Ponte Preta enfrenta o Bragantino, às 19 horas, no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista. Já o Mirassol receberá o Guarani, às 11 horas, no estádio José Maria de Campos Maia.

FICHA TÉCNICA

PONTE PRETA 3 x 0 MIRASSOL

PONTE PRETA - Ivan; Arnaldo (Luis Ricardo), Renan Fonseca, Reginaldo e Diego Renan; Edson, Igor Henrique, Gerson Magrão, Matheus Oliveira (Tiago Real) e Giovanni (Nathan); Thalles. Técnico: Mazola Júnior.

MIRASSOL - Matheus Aurélio; Daniel Borges, Riccelli, William Alves e Carlos Renato; Wellington Simião (Sandoval), Léo Baiano, Felipe Augusto (Wilson) e Jean Carlos; Lelê (Carlão) e Rodolfo. Técnico: Moisés Egert.

GOLS - Léo Baiano (contra), aos 5 minutos do primeiro tempo; Thalles, aos 5 e aos 18 minutos (pênalti) do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Arnaldo e Igor Henrique (Ponte Preta); Carlos Renato, Jean Carlos e Léo Baiano (Mirassol).

ÁRBITRO - José Cláudio Rocha Filho.

RENDA - R$ 58.900,00.

PÚBLICO - 2.674 pagantes (2.994 no total).

LOCAL - Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.