Paul Childs/Reuters
Paul Childs/Reuters

Wolverhampton surpreende Tottenham e ganha em Wembley de virada

Derrota complica pretensões do time londrino de brigar pelo título inglês

Redação, Estadão Conteúdo

29 de dezembro de 2018 | 15h38

O Wolverhampton Wanderers obteve uma surpreendente e expressiva vitória ao bater o Tottenham, de virada, neste sábado, por 3 a 1, no estádio de Wembley, pela 20.ª rodada do Campeonato Inglês, complicando as pretensões do time londrino de brigar pelo título nacional com Liverpool e Manchester City.

Com a derrota, definida de virada, o Tottenham continua com 45 pontos, seis atrás do líder Liverpool, que poderá aumentar a vantagem ainda neste sábado, pois enfrenta o Arsenal. O Wolverhampton subiu para a sétima colocação, com 29 pontos.

Harry Kane, aos 22 minutos de jogo, abriu o placar para o Tottenham. A virada do Wolverhampton veio na segunda etapa, com a marcação de três gols em um período de apenas 15 minutos, todos após o brasileiro Lucas substituir o sul-coreano Son no time londrino.

Boly empatou aos 27 minutos, Raúl Jimenez virou aos 38 e Helder Costa ampliou aos 42, ao finalizar um contra-ataque sensacional. A torcida vibrou como se fosse a conquista de um título em Wembley.

Com um gol de Victor Camarasa, aos 45 minutos do segundo tempo, o Cardiff surpreendeu o Leicester, em seu campo, e venceu por 1 a 0. Com a vitória, o Cardiff alcançou os 18 pontos e se afastou um pouco da zona de rebaixamento, enquanto o Leicester permanece com 28 pontos e caiu para o oitavo lugar.

Em Watford, o time da casa empatou com o Newcastle por 1 a 1. Solomon Rondon abriu o placar para os visitantes, aos 29 minutos de jogo, mas Abdoulaye Doucoure conseguiu a igualdade aos 37. Com 28 pontos, o Watford é o nono classificado. O Newcastle, com 18, está na 15.ª colocação.

O Brighton & Hove Albion, atuando em seu campo, derrotou o Everton por 1 a 0, mesmo com os brasileiros Everton e Richarlison como titulares. No jogo dos desesperados, o Fulham bateu o Huddersfield também pela vantagem mínima, em duelo entre times que estão na zona de rebaixamento do Inglês.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.