Carlos Gregorio Jr./Vasco.com.br
Carlos Gregorio Jr./Vasco.com.br

Zé Ricardo diz que viveu 'um dos dias mais difíceis' em classificação vascaína

Vasco perdeu por 4 a 0 para o Jorge Wilstermann, mas conseguiu a classificação nos pênaltis na Bolívia

Estadão Conteúdo

22 de fevereiro de 2018 | 09h22

A dramática classificação do Vasco à fase de grupos da Copa Libertadores trouxe mais alívio do que alegria ao técnico Zé Ricardo. Na noite de quarta-feira, o time carioca sofreu três gols nos 16 minutos iniciais, perdeu por 4 a 0 e só passou pelo Jorge Wilstermann porque o goleiro Martín Silva brilhou na disputa de pênaltis da partida disputada em Sucre. Em sua análise do jogo, o treinador vascaíno admitiu ter vivido um dos dias mais difíceis da sua carreira.

+ Herói da classificação do Vasco, Martín Silva pede melhora e comemora vaga

+ Confira a tabela da Copa Libertadores

"Profissionalmente falando, hoje foi um dos dias mais difíceis de se trabalhar, porque três gols tiraram nosso equilíbrio e nossa equipe não conseguia se encontrar. O Jorge Wilstermann veio com um ritmo muito alto e desgastou nosso time, que já tinha a dificuldade da altitude. Eles mereceram o resultado e aí fomos para os pênaltis, onde o Martín Silva teve uma noite extremamente feliz e conseguimos classificar. Chegamos aqui com o objetivo de passarmos para a fase de grupos e alcançamos esta meta", disse.

No confronto válido pela última fase preliminar da Libertadores, o Vasco abriu ótima vantagem ao vencer o jogo de ida por 4 a 0, em São Januário. Só que fez péssimo primeiro tempo, como reconheceu Zé Ricardo, apontando que a sua equipe sofreu demais com as jogadas aéreas do adversário.

"Sabíamos da força do Jorge Wilstermann jogando em casa, ano passado eles fizeram uma excelente Libertadores. Viemos para a Bolívia conscientes de que eles iriam atuar de uma forma bem vertical, como ocorreu. Utilizando bastante as bolas aéreas, já que é uma equipe que é mais alta que a nossa. Realmente, um gol cedo acabou tirando nosso equilíbrio e jogamos pouco no primeiro tempo. No segundo, equilibramos a partida, mas mesmo assim eles marcaram. Isto é Libertadores, são sempre dois jogos, e o importante foi que conseguimos entrar na fase de grupos", comentou.

O Vasco agora entrará no Grupo 5 da Libertadores, ao lado de Cruzeiro, Racing e Universidad de Chile. A primeira partida será em 13 de março, contra a equipe chilena, no estádio de São Januário. O próximo compromisso do time está marcado para domingo, contra a Portuguesa, pela Taça Rio, o segundo turno do Campeonato Carioca.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.