Rodrigo Coca / Agência Corinthians
Rodrigo Coca / Agência Corinthians

Após folga, Corinthians volta a treinar para jogo com o Fortaleza no Brasileirão

Time teve o retorno de Mateus Vital, recuperado da amigdalite que o tirou da última partida

Redação, Estadão Conteúdo

22 de agosto de 2020 | 20h00

Depois de vencer o Coritiba por 3 a 1 em casa na última quarta-feira, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro, o elenco do Corinthians tirou dois dias de folga e voltou a treinar neste sábado, no CT Joaquim Grava, na zona leste de São Paulo.

O time do técnico Tiago Nunes começou a preparação para receber o Fortaleza, na próxima quarta, às 21h30, novamente na Arena Corinthians, pela quinta rodada. Os jogadores iniciaram a atividade com um trabalho de preparação física e depois participaram de um treino técnico-tático.

O destaque foi o retorno do meia Mateus Vital, que foi desfalque contra o Coritiba devido a um quadro de amidalite. Assim, o jogador deve estar à disposição para o compromisso diante do Fortaleza.

Contra a equipe cearense, o Corinthians busca a sua segunda vitória na competição. Antes do triunfo contra o Coritiba, o clube alvinegro empatou sem gols contra o Grêmio, em Porto Alegre, e perdeu para o Atlético-MG por 3 a 2, em Belo Horizonte.

O time de São Paulo não jogou diante do Atlético Goianiense na primeira rodada pois a disputa foi adiada em função da final do Campeonato Paulista, perdida para o Palmeiras na disputa de pênaltis. O confronto contra os goianos ocorre no dia 1.º de outubro, na Arena Corinthians.

Com uma partida a menos, os comandados de Tiago Nunes somam quatro pontos. No treino deste sábado, o treinador dividiu o elenco em dois grupos e fez jogos curtos e intensos em campo reduzido.

Após enfrentar o Fortaleza, o Corinthians volta a campo no outro domingo, dia 30, para disputar o seu primeiro clássico neste Brasileirão. A partida é contra o São Paulo, às 11 horas, no estádio do Morumbi, na capital paulista.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.