Rodrigo Coca/ Ag. Corinthians
Rodrigo Coca/ Ag. Corinthians

Corinthians se reapresenta e treina com volta de Willian, Fagner e João Victor

Líder do Campeonato Brasileiro precisa se recuperar de derrota para o Cuiabá e reunir forças para o duelo com o Juventude

Redação, Estadão Conteúdo

08 de junho de 2022 | 19h04

O Corinthians se reapresentou nesta quarta-feira, depois da frustrante derrota por 1 a 0 para o Cuiabá, e iniciou a preparação para enfrentar o Juventude, pela 11ª rodada do Brasileirão, no sábado. A atividade comandada por Vítor Pereira teve a presença do meia Willian, do lateral-direito Fagner e do zagueiro João Victor, desfalques na Arena Pantanal.

O trio participou de um trabalho em campo reduzido ao lado dos atletas que não jogaram ou que atuaram por menos de 45 minutos no Mato Grosso. A expectativa, portanto, é que eles estejam à disposição para o final de semana, mas isso vai depender da avaliação feita pela comissão durante os treinamentos.

No último domingo, o clube chegou a informar que Willian e Fagner treinaram normalmente, mas os dois ficaram de fora da lista de relacionados divulgada na segunda-feira, um dia antes do jogo contra o Cuiabá. Willian sofre com dores desde o empate por 1 a 1 com o América-MG. Por isso, já havia ficado de fora contra o Atlético-GO, antes da partida com os cuiabanos.


Fagner vinha tratando uma entorse no tornozelo direito, motivo pelo qual não joga há pouco mais de um mês. A última partida dele foi no empate sem gols com o Deportivo Cali, no dia 4 de maio, pela Libertadores. João Victor, por sua vez, não atua desde o clássico com o São Paulo, há duas semanas.


Maycon, que também foi desfalque por lesão na terça-feira, continua em tratamento, assim como Luan. Outro nome entregue ao departamento médico é Jô, protagonista de uma polêmica após ser gravado se divertindo em um bar no momento em que o Corinthians jogava contra o Cuiabá. O clube limitou-se a dizer que "trata internamente o caso do atleta e irá se manifestar em momento oportuno".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.